Inter é denunciado pelo STJD e julgamento do caso Victor Ramos está marcado

Inquérito foi aberto no ano passado, quando a CBF acusou adulterações em documentos usados pelo clube para questionar a escalação do atleta

Por O Dia

Porto Alegre - O caso envolvendo Victor Ramos e Internacional segue ganhando desdobramentos na Justiça. O Colorado e o ex-presidente do clube, Vitorio Piffero, foram denunciados pela procuradoria do STJD por adulteração de documentos referentes a escalação do zagueiro. O julgamento ocorrerá na próxima terça-feira, às 15h, no Plenário do STJD. Segundo o Código Disciplinar da Fifa, o Inter poderá ser multado e até excluído da Série B.

Victor Ramos atuou em 24 partidas pelo Vitória até a 36ª rodada do BrasileirãoFrancisco Galvão / EC Vitória

Este inquérito foi aberto pelo STJD no ano passado, quando a Confederação Brasileira de Futebol acusou adulterações em documentos usados pelo Inter para questionar a escalação de Victor Ramos. Na argumentação, o Colorado ainda utilizou uma troca de e-mails referente a inscrição do jogador, que chegou ao Vitória por empréstimo do Monterrey, do México.

A investigação não apontou o Internacional como responsável pela falsificação dos documentos, mas conclui que o clube tentou se beneficiar e tentar provar que o jogador foi escalado de forma irregular.

ENTENDA O CASO

Tentando se livrar da disputa da Série B, o Internacional questionou a inscrição do zagueiro Victor Ramos pelo Vitória no Campeonato Brasileiro do ano passado. O clube acusou os bainos de terem feito uma transferência irregular do atleta. O Colorado chegou a pedir um julgamento no STJD, mas o caso foi arquivado.

Na argumentação, o Inter utilizou e-mails referentes à inscrição do jogador. Entretanto, a CBF encontrou adulterações nos documentos utilizados pelo Inter no questionamento, que acabou levado ao Tribunal Arbitral do Esporte, na Suíça, que julgou não ser o órgão competente a cuidar do caso.

Últimas de Esporte