Com Sonnen x Wand e Fedor no card, Bellator promete noite histórica para o MMA

Além da luta principal cercada de rivalidade, evento 180 da organização tem lenda russa, nomes pesados ex-UFC e cinturões em jogo

Por O Dia

EUA - Quando os fãs de MMA pensam em algum evento do esporte, o primeiro que vem a cabeça certamente é o UFC. Mas a noite deste sábado será bem diferente. As atenções estarão voltadas ao Bellator 180, que acontece no Madison Square Garden, em Nova York.

O card reúne nomes de peso e a luta principal já é bastante atrativa: o falastrão americano Chael Sonnen enfrenta um dos ídolos do esporte, o brasileiro Wanderlei Silva, pelo peso meio-pesado (85 a 93 kg). Apesar da idade (ambos têm 40 anos), a rivalidade trazida dos tempos de UFC promete tornar o embate um grande entretenimento para os espectadores. Os rivais foram treinadores do TUF Brasil 3, reality show promovido pelo UFC com lutadores, e chegaram a brigar nas gravações do programa.

Os experientes Chael Sonnen e Wanderlei Silva se enfrentam neste sábado, pelo Bellator 180Divulgação

Na final do TUF, em julho de 2014, eles deveriam ter se enfrentado, mas o duelo não se concretizou por problemas com doping. Primeiro, Wand fugiu de um teste surpresa e se aposentou. Já Sonnen testou positivo e também encerrou a carreira. Mas eles voltaram e, enfim, sobem na arena para o ponto final das provocações, que aconteceram inclusive na pesagem oficial e nas entrevistas coletivas.

'Melhor de todos os tempos' e cinturão brasileiro

Considerado o melhor lutador de MMA de todos os tempos por muitos fãs do esporte, o peso pesado (94 a 120 kg) russo Fedor Emelianenko, também de 40 anos, sobe para enfrentar Matt Mitrione, ex-UFC e dois anos mais novo.

O russo Fedor Emelianenko enfrenta o americano Matt Mitrione pelo peso pesadoDivulgação/Bellator

Campeão do peso meio-médio (78 a 84kg), o brasileiro Douglas Lima também estará no card principal do Bellator 180. Ele defende o cinturão contra Lorenz Larkin. Ambos com passagem pela principal organização do MMA.

Também nomes importantes por anos no UFC,  os americanos Phil Davis e Ryan Bader disputam o cinturão do peso meio-pesado, atualmente com Davis, que tenta a revanche. Em 2015, ainda pela antiga organização, Bader venceu por decisão dividida.

Outro título que estará em jogo será o do peso-leve (67 a 70kg). O americano dono do cinturão Michael Chandler enfrenta o conterrâneo Brent Primus.

Sobrenomes de peso

O card ainda conta com sobrenomes de peso. Irmão do lutador Lyoto Machida, ex-campeão dos meio-pesados do UFC, o brasileiro Chinzo Machida enfrenta James Gallagher pelos leves. No card preliminar, o filho do hall da fama americano Randy Coutoure, Ryan, enfrenta Haim Gozali pelo meio-médio (71 a 77kg).

Card principal

Wanderlei Silva x Chael Sonnen (Meio-pesados)

Fedor Emelianenko x Matt Mitrione (Pesados)

Douglas Lima x Lorenz Larkin (Cinturão dos meio-médios)

Michael Chandler x Brent Primus (Cinturão dos leves)

Aaron Pico x Zach Freeman (Leves)

Phil Davis x Ryan Bader (Cinturão dos meio-pesados)

James Gallagher x Chinzo Machida (Pena)

Neiman Gracie x Dave Marfone (Meio-médio)

Heather Hardy x Alice Yauger (Mosca)

Card preliminar

Ryan Couture x Haim Gozali (Meio-médio)

Jerome Mickle x Anthony Giacchina (Peso combinado)

John Salgado x Hugh McKenna (Meio-médio)

Matt Rizzo x Sergio da Silva (Peso combinado)

Bradley Desir x Nate Grebb (Peso combinado)

Últimas de Esporte