Mais Lidas

Infantino aprova Copa das Confederações e elogia árbitro de vídeo

Presidente da Fifa indicou que deve usar recurso na Copa do Mundo

Por gabriel.santos

Rússia - O presidente da Fifa, Gianni Infantino, indicou neste sábado que deverá contar com o árbitro de vídeo também para a Copa do Mundo da Rússia, no próximo ano. Em entrevista coletiva em São Petersburgo, ele aprovou o uso da ferramenta nesta Copa das Confederações e indicou que manterá o recurso para o evento de 2018.

Infantino indicou que árbitro de vídeo deve ser utilizado na Copa do MundoMladen Antonov/AFP

"Não há obstáculos no caminho de usarmos o árbitro de vídeo na Copa, pelo que tenho percebido", declarou Infantino. "Até agora tem sido um sucesso. Estamos aprendendo, estamos aperfeiçoando, estamos continuando com os testes. Fizemos história aqui na Rússia com o vídeo."

O árbitro de vídeo foi utilizado em diversas partidas desta Copa das Confederações - que será encerrada neste domingo. Mas gerou críticas e polêmicas, principalmente por causa da demora na resposta dos árbitros responsáveis por analisar o vídeo. Em alguns jogos, jogadores e técnicos precisaram esperar por minutos em campo até a decisão final do juiz.

Infantino, contudo, minimizou os contratempos e tratou de aprovar o campeonato como um todo. "Esta Copa das Confederações tem sido um grande sucesso, de todos os pontos de vista. Ouvimos antes do torneio que haveria muitos 'problemas' aqui. Mas tivemos grandes jogos e uma ótima atmosfera", comentou o presidente da Fifa.

As maiores preocupações antes do início do campeonato eram a violência da torcida e o racismo. "Ouvimos que haveria violência, incidentes com hooligans, racismo. Mas não tivemos nada", declarou Infantino.

Vice-primeiro ministro da Rússia, Vitaly Mutko também esteve presente na entrevista coletiva. E, como vinha fazendo desde o início do torneio, elogiou a organização da Copa das Confederações.

"Nos preparamos muito seriamente para este torneio. Queríamos fazer tudo que podíamos para conduzir a competição no mais alto nível. Todas as seleções envolvidas ficaram absolutamente satisfeitas com a competição. Ouvimos seguidos elogios e demonstrações de gratidão", declarou o político.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia