Doente, Massa lamenta ausência no GP da Hungria e diz que precisa de descanso

Piloto da Williams passou mal e sentiu tontura ao fim do treino livre

Por O Dia

Hungria - Sem revelar as causas do seu mal-estar, o brasileiro Felipe Massa lamentou neste sábado a ausência no restante do GP da Hungria de Fórmula 1, em Budapeste. O piloto da Williams passou mal e sentiu tontura ao fim do terceiro treino livre e decidiu ficar de fora do treino classificatório, neste sábado, e da corrida, no domingo.

Felipe Massa está fora do GP da HungriaAFP

"Como vocês já sabem, eu não vou correr aqui neste fim de semana Não estava me sentindo muito bem no carro, me sentindo um pouco tonto. Estou triste, pois queria estar no carro e correr pela Williams e por mim, porque aqui é um lugar especial para mim", disse o brasileiro, em vídeo publicado pela Williams.

Massa sentiu o mal-estar inicialmente ao fim do segundo treino livre em Budapeste, na tarde de sexta-feira. Ele recebeu atendimento no centro médico do circuito de Hungaroring e depois foi encaminhado ao hospital para realizar exames. A Williams não deu detalhes sobre os testes e seus resultados.

O brasileiro, então, foi reavaliado no início deste sábado para poder participar do terceiro e último treino livre do GP húngaro Liberado, completou apenas 12 voltas e foi apenas o 17º mais veloz da sessão, a última antes do treino classificatório. Massa teria sentido uma labirintite de origem viral.

"Preciso descansar e me preparar da melhor forma para voltar mais forte em Spa. Obrigado pelo apoio. Agora é torcer pela equipe, muito obrigado e vejo vocês em Spa", disse o brasileiro, já projetando a próxima etapa do campeonato, na Bélgica, no circuito de Spa-Francorchamps.

Com esta ausência, a Williams escalou o escocês Paul Di Resta, piloto reserva da equipe, para substituir o brasileiro a partir do treino classificatório na Hungria, neste sábado. "Eu realmente espero o melhor para o Paul e para a equipe", declarou Massa.

Últimas de Esporte