Alan Ruschel celebra volta ao futebol e fala em "frio na barriga" contra o Barça

Sobrevivente do desastre aéreo da Chapecoense atuará no próximo dia 7

Por O Dia

Chapecó - Quando a Chapecoense entrar em campo para encarar o Barcelona na próxima segunda-feira, pela disputa do Troféu Joan Gamper, no estádio Camp Nou, na Espanha, não estará apenas enfrentando o adversário mais importante de sua história, mas também celebrando uma das mais belas superações do futebol em todos os tempos. Um dos três atletas sobreviventes do trágico acidente aéreo que vitimou 71 pessoas em novembro do ano passado, na Colômbia, o lateral-esquerdo Alan Ruschel fará o seu retorno oficial aos gramados.

Alan Ruschel foi liberado pelo Departamento Médico da ChapecoenseSirli Freitas/Chapecoense

Nesta quinta-feira, o jogador de 27 anos concedeu entrevista coletiva para falar sobre a volta e não escondeu a ansiedade. "Dá aquele frio na barriga, aquela ansiedade de moleque, o nervosismo de enfrentar uma grande equipe. Não está fugindo do que é normal um atleta sentir", afirmou.

Foram pouco mais de oito meses de recuperação desde a queda do avião que levava a Chapecoense até Medellín para a decisão da Copa Sul-Americana contra o Atlético Nacional até agora. De lá para cá, Alan Ruschel teve que lutar pela vida em primeiro lugar e depois, recuperado, se colocou apto a voltar aos gramados.

"Não preciso nem falar da minha felicidade por estar voltando a jogar, a fazer o que eu mais amo. Esta coletiva é muito diferente daquela quando cheguei aqui, em dezembro, recém-saído do hospital. Estou feliz por estar realizando meu sonho pela segunda vez. A primeira foi quando me tornei atleta profissional Agora, estar voltando a jogar é um novo sonho", disse o lateral-esquerdo.

Apesar da participação no torneio amistoso, o jogador sabe que o caminho para o retorno à normalidade e à competição em alto nível ainda é longo. Alan Ruschel admitiu que ainda está um degrau abaixo de seus colegas, até pela falta de ritmo de jogo, e garantiu que quer ser tratado como qualquer outro integrante do elenco do time catarinense.

"Sempre deixei bem claro que a partir do momento em que eu voltasse a jogar não queria ser tratado com piedade. Sou mais um atleta aqui no clube, Deus me deu a oportunidade de seguir minha carreira e hoje me sinto em condições de competir. Se eu não tivesse em condições de competir, o pessoal do clube e eu entraríamos em um consenso para eu repensar o que faria da vida. Mas sou esclarecido, acho que tenho condições de voltar a jogar em alto nível e estou treinando para isso. A partir do momento que achar que não consigo mais jogar, vou seguir meu caminho", explicou.

Outros sobreviventes do elenco da Chapecoense, o zagueiro Neto ainda luta para recuperar a melhor forma física e retornar aos gramados, enquanto que Jackson Follmann, que teve parte da perna direita amputada, assumiu o cargo de embaixador do clube. E o ex-goleiro também falou nesta quinta-feira sobre o amistoso da próxima segunda.

"É um momento único para a gente. Estou muito feliz com esse cargo que o clube me proporcionou e ainda tenho muito a aprender O Alan (Ruschel) é um grande guerreiro, sempre batalhou pelo que almejou. É uma alegria ver o meu irmão reestrear. A gente se trata como irmão. No momento que ele e o Neto reestrearem, vou estar em pé aplaudindo, emocionado. Tenho certeza que eles vão voltar a jogar um grande futebol", disse.

LYON - Durante a entrevista coletiva, o presidente da Chapecoense, Plínio David de Nês, o Maninho, confirmou que o clube disputará também um jogo-treino em solo europeu. Após chegar a um acordo com a CBF, o time catarinense enfrentará o Lyon na terça-feira, um dia depois de encarar o Barcelona.

Como não conseguiu a alteração da data do duelo contra o Coritiba, neste domingo, pelo Campeonato Brasileiro, a Chapecoense dividirá o seu elenco, priorizando a competição nacional, segundo o próprio Maninho. Nesta quinta-feira, o clube divulgou a lista com 15 jogadores que não encaram o time paranaense e seguem para Barcelona já neste sábado. A delegação será completada com atletas que estarão à disposição contra o Coritiba e chegam à Espanha na segunda-feira, horas antes da partida.

Confira os 15 atletas já relacionados para encarar o Barcelona:

Goleiros - Artur Moraes e Elias

Laterais - Alan Ruschel, Apodi e Reinaldo

Zagueiros - Luiz Otávio e Victor Ramos

Volantes - Lucas Mineiro e Moisés

Meias - Neném, Dodô e Khevin

Atacantes - Perotti, Lourency e Wellington Paulista

Últimas de Esporte