Ministro 'comemora' impostos que Neymar terá que pagar na França

Brasileiro foi acusado pela Justiça espanhola de ter sonegado impostos durante sua passagem pelo Barcelona

Por O Dia

Neymar foi anunciado pelo PSG oficialmenteReprodução Twitter

Paris - O ministro francês das Contas Públicas, Gérald Darmanin, expressou satisfação com os impostos que Neymar terá que pagar na França, com transferência do astro brasileiro ao PSG.

"O ministro de Contas Públicas comemora pelos impostos que vai pagar na França", afirmou o ministro à rádio 'France Inter'.

Vale lembrar que Neymar foi acusado pela Justiça espanhola de ter sonegado impostos durante sua passagem pelo Barcelona.

"É melhor que este jogador pague impostos na França ao invés de pagar em outro lugar", afirmou ao responder uma pergunta sobre a 'indecência' do valor da transferência: 222 milhões de euros (260 milhões de dólares).

"Quando você é ministro, há o dever de defender os interesses do Estado e os interesses do Estado são de que as pessoas paguem impostos na França", completou Darmanin.

A apresentação à imprensa e aos torcedores do PSG está prevista para sexta-feira ou sábado.

Com informações da AFP

Últimas de Esporte