Dunga detona senador: 'Ele não nos representa. Quero ver quem é mais respeitado'

Político do PMDB fez analogia para criticar governo Temer, afirmando que brasileiros hoje querem mudança: a 'Seleção de Tite'

Por O Dia

Rio - O técnico Dunga foi duramente criticado em sua última passagem pela Seleção. As críticas vieram até mesmo de Renan Calheiros (PMDB-AL), ex-presidente do Senado Federal. O político havia utilizado o time de Dunga em analogia para reprovar o governo de Michel Temer.

Dunga não gostou das críticas de Renan CalheirosMowa Press / Divulgação

Nesta sexta-feira, o treinador rebateu as alfinetadas de Calheiros, a quem chamou de oportunista. Dunga ainda lançou desafio ao político, para comparar a popularidade de ambos.

"Oportunismo dele. Só tenho pena, não mágoa. Ele não nos representa. Desafio ele a aparecer na Avenida Paulista comigo. Quero ver quem é mais respeitado", disse o ex-técnico da Seleção, em entrevista a Amaury Jr.

O capitão do Tetra ainda elogiou a atitude de Neymar em se transferir para o Paris Saint-Germain. Nesta janela de transferências, o craque brasileiro se tornou o jogador mais caro da história.

"Ele fez bem. Neymar é muito competitivo e sabe que se quer ser eleito o melhor do mundo, tem que ser o destaque do time. No Barcelona sempre vai ter o Messi. No PSG, não. Ele é quem vai comandar."

Dunga não aceitou nenhum trabalho desde que foi demitido em sua segunda passagem pela Seleção. Depois de assumir logo após a Copa de 2014, o ex-volante não resistiu às más campanhas e foi substituído por Tite em junho do ano passado.

Últimas de Esporte