Cristiano Ronaldo é expulso, se descontrola e empurra o árbitro. Confira!

Craque português foi o autor do segundo gol do Real Madrid vitória por 3 a 1 sobre o Barcelona no clássico do último domingo, no Camp Nou

Por O Dia

Espanha - Autor do segundo gol do Real Madrid vitória por 3 a 1 sobre o Barcelona no clássico do último domingo, no Camp Nou, pelo jogo de ida da final da Supercopa da Espanha, Cristiano Ronaldo não teve apenas motivos para comemorar, pois acabou sendo expulso do confronto no segundo tempo e depois perdeu a cabeça ao empurrar o árbitro De Burgos Bengoetxea.

O astro português tomou a atitude polêmica após o juiz puni-lo com o segundo cartão amarelo, e o consequente vermelho, ao entender que o atacante tentou simular um pênalti quando recebeu a marcação de Umtiti, do Barça. Antes disso, o jogador havia recebido o primeiro amarelo por ter tirado a sua camisa na comemoração do seu gol e exibido o uniforme aos torcedores do Barça.

Descontrolado após receber o vermelho minutos mais tarde, Cristiano Ronaldo resolveu partir para cima do árbitro e o seu ato de indisciplina foi relatado por Burgos Bengoetxea na súmula do confronto, na qual escreveu que o português o "empurrou levemente em sinal de desconformidade" com o cartão vermelho.

A ação do atacante está enquadrada no artigo 96 do regulamento e prevê suspensão de quatro a 12 jogos de suspensão. Tendo em vista este risco, o Real Madrid vai recorrer contra a aplicação do segundo cartão amarelo, alegando que o mesmo foi aplicado de forma injusta por defender que o atacante não simulou a penalidade que motivou a aplicação da advertência.

Após a partida, o técnico Zinedine Zidane deixou claro que o clube entrará com um recurso na Real Federação Espanhola de Futebol (RFEF) para anular este cartão. Assim, mesmo que o atacante venha a ser suspenso por pelo menos quatro partidas por causa de sua agressão, a possível anulação da advertência poderá torná-lo apto para estar em campo para o jogo de volta da decisão da Supercopa da Espanha, nesta quarta-feira, no Santiago Bernabéu, às 18 horas (de Brasília).

"Nós fizemos um grande jogo, o que me incomoda é expulsão de Cristiano. Talvez não tenha acontecido o pênalti, mas o cartão (por suposta simulação) é um pouco forte. Vamos ver se podemos fazer algo para que ele esteja em campo na quarta-feira", confirmou o treinador, que espera contar com o seu principal jogador apesar da vantagem de o Real poder perder até por 2 a 0 para ficar com o título da Supercopa, tendo em vista o maior peso dos três gols marcados pelo time merengue no duelo de ida, para efeito de desempate.

Ainda sem saber se poderá atuar neste confronto de volta da decisão, Cristiano Ronaldo corre o risco de desfalcar o Real nas primeiras partidas do Campeonato Espanhol, caso não escape da pena mínima de quatro jogos prevista pelo artigo 96 do regulamento de competições na Espanha. 

Atual campeão nacional, o time madrilenho enfrenta Deportivo La Coruña, Valencia, Levante e Real Sociedad nas quatro primeiras rodadas do torneio nacional, cuja edição 2017/2018 começa nesta sexta-feira. A estreia da equipe merengue será no domingo, fora de casa, contra o La Coruña.

Últimas de Esporte