Kaká é expulso de maneira bizarra após brincar com ex-companheiro nos EUA

Meia brasileiro acabou sendo punido após consulta ao árbitro de vídeo

Por O Dia

Estados Unidos - O árbitro de vídeo vem sendo propagandeado como uma grande inovação que tem tudo para evitar erros da arbitragem no futebol. Os testes foram positivos, mas ainda há o que se melhorar. Nos Estados Unidos, o brasileiro Kaká foi vítima de uma péssima utilização do recurso, e acabou sendo expulso.

Em partida pela MLS, o Orlando City, time do meia brasileiro, perdia por 3 a 1 para o New York Red Bulls. Nos últimos minutos do segundo tempo, uma pequena confusão se iniciou após dividida e terminou com o cartão vermelho sendo mostrado ao brasileiro.

No entanto, o motivo não podia ser pior. Em meio a empurrões, Kaká havia brincado com Aurélien Collin, um ex-companheiro de equipe, apertando seu pescoço e passando a mão no rosto do amigo.

Os dois riram de toda a brincadeira e não houve qualquer tipo de violência, mas o árbitro, depois de consultar o vídeo, resolveu expulsar o brasileiro, apesar de protestos do próprio Collin.

Últimas de Esporte