Edílson é solto depois de quatro dias na cadeia por falta de pagamento de pensão

'Capetinha' fez acordo e aguarda revisão do valor do benefício

Por O Dia

Salvador - O ex-jogador Edílson passou quatro dias na cadeia e, pouco depois de ser transferido para um complexo penitenciário em Salvador, acabou solto. O "Capetinha" havia sido preso por não ter cumprido um acordo relacionado a pagamento de pensão alimentícia.

Edílson Capetinha não pagou a pensão e foi detido na última terça-feiraReprodução SporTv

Eduardo, seu sobrinho e advogado, confirmou a liberação do pentacampeão mundial com a Seleção em 2002, confirmando ainda que o ex-jogador aguarda uma revisão do valor da pensão.

"Já estava certo (que ele seria solto). Fizemos um acordo com os advogados da outra parte. Segunda ou terça-feira, saberemos sobre a revisão de pensão. A vida segue", disse, em entrevista ao UOL.

Edílson já foi preso três vezes por não pagar pensão. Desde a primeira, em 2014, contesta o valor que deveria pagar. A dívida total do ex-atleta chegaria a R$ 430 mil.

Últimas de Esporte