Prestes a voltar a jogar pelo Bayern, Neuer fica fora de convocação da Alemanha

Por causa da fratura no pé sofrida em abril, o goleiro titular da seleção ficou fora da pré-temporada do clube alemão

Por O Dia

Alemanha - Mesmo estando prestes a fazer o seu primeiro jogo pelo Bayern de Munique nesta temporada europeia após longo tempo se recuperando de uma fratura no pé, o goleiro Manuel Neuer ficou fora nesta sexta-feira da lista de convocados pelo técnico Joachim Löw para os dois próximos confrontos da seleção da Alemanha nas Eliminatórias Europeias da Copa do Mundo de 2018.

Neuer teve boa atuação durante toda a partida%2C mas não conseguiu evitar mais uma eliminaçãoReuters

Os atuais campeões do mundo vão enfrentar a República Checa no próximo dia 1º de setembro, fora de casa, e depois receberão a Noruega em Stuttgart, no dia 4, em confrontos válidos pelo Grupo C do qualificatório. Os alemães são os líderes disparados da chave, com 18 pontos, e até por isso o treinador pôde se dar ao luxo de poupar alguns jogadores ou descartar a convocação de outros que ainda não atingiram o ritmo de jogo ideal neste início da temporada 2017/2018.

Esse último caso foi justamente o de Neuer, conforme destacou Löw na entrevista coletiva que concedeu nesta sexta. "No começo da temporada é difícil para os jogadores terem um ritmo. Então é por isso que alguns jogadores, como por exemplo nosso capitão Manuel Neuer, não estarão conosco (para estes dois próximos jogos). Nós discutimos isso com ele e decidimos que ele deve calmamente ganhar o ritmo de jogo nas partidas do Bayern de Munique", explicou o comandante.

Por causa da fratura no pé sofrida em abril, o goleiro titular da seleção alemã ficou fora da excursão que o Bayern fez pela Ásia durante a sua pré-temporada e desfalcou o time na estreia deste Campeonato Alemão, há uma semana, contra o Bayer Leverkusen, no confronto que abriu esta edição da competição.

Antes daquele duelo, o técnico Carlo Ancelotti revelou que tinha a expectativa de poder contar com Neuer na partida contra o Werder Bremen, neste sábado, fora de casa, pela segunda rodada do torneio nacional. Sem convocar o astro, Löw chamou os goleiros Bernd Leno, Kevin Trapp e Marc-Andre ter Stegen para integrar a lista de 24 nomes confirmados para os dois próximos confrontos da seleção alemã.

Mas, se por um lado descartou Neuer, o treinador confirmou a convocação de vários medalhões que ganharam descanso no último verão europeu e foram poupados de terem de disputar a Copa das Confederações, entre 17 de junho e 2 de julho, na Rússia, onde a Alemanha ficou com o título mesmo atuando com uma seleção repleta de novatos. O comandante optou por usar a competição da Fifa como laboratório de testes para a formação do grupo que será convocado para o Mundial de 2018.

Entre os nomes de peso que voltaram a ser chamados agora para defender a seleção alemã estão Thomas Müller, Mesut Ozil, Sami Khedira, Mario Gomez, Toni Kroos e Mats Hummels. Apesar destes importantes retornos, essa lista de convocados conta com 17 jogadores que fizeram parte da equipe nacional que faturou a taça da última Copa das Confederações.

E o treinador exaltou nesta sexta a importância de a Alemanha esquecer as últimas conquistas e focar a busca pela sua classificação à Copa de 2018. "Os títulos do passado não contam para nada agora, não importa quão feliz nós fomos no verão", afirmou, para depois enfatizar: "No fim desta temporada nós temos o ponto alto absoluto com a Copa do Mundo na Rússia. Lá nós queremos ganhar o título de novo e faremos tudo por este grande objetivo".

Com 18 pontos, a Alemanha tem cinco de vantagem sobre a vice-líder Irlanda do Norte no Grupo C das Eliminatórias Europeias, enquanto a República Checa, terceira colocada, está nove pontos atrás dos alemães, que acumulam seis vitórias em seis jogos até aqui no qualificatório. Apenas os líderes de cada chave assegurarão classificação direta ao Mundial.

Confira os convocados da seleção da Alemanha:

Goleiros - Bernd Leno (Bayer Leverkusen), Marc-André ter Stegen (Barcelona) e Kevin Trapp (Paris Saint-Germain)

Defensores - Matthias Ginter (Borussia Mönchengladbach), Jonas Hector (Colônia),Benjamin Henrichs (Bayer Leverkusen), Mats Hummels (Bayern de Munique), Joshua Kimmich (Bayern de Munique), Antonio Rüdiger (Chelsea) e Niklas Süle (Bayern de Munique).

Meio-campistas - Julian Brandt (Bayer Leverkusen), Emre Can (Liverpool), Julian Draxler (Paris Saint-Germain), Serge Gnabry (Hoffenheim), Leon Goretzka (Schalke 04), Sami Khedira (Juventus), Toni Kroos (Real Madrid), Mesut Özil (Arsenal) e Sebastian Rudy (Bayern de Munique).

Atacantes - Mario Gomez (Wolfsburg), Thomas Müller (Bayern de Munique), Amin Younes (Ajax), Timo Werner (RB Leipzig) e Lars Stindl (Borussia Mönchengladbach).

Últimas de Esporte