Hamilton vence na Bélgica, mas Vettel segura 2º lugar e ainda lidera campeonato

Diferença entre alemão da Ferrari e britânico da Mercedes diminuiu para apenas 7 pontos

Por O Dia

Bélgica - O inglês Lewis Hamilton venceu o GP da Bélgica de Fórmula 1 neste domingo, no circuito de Spa-Francorchamps. O piloto da Mercedes coroou um fim de semana perfeito com o triunfo de ponta a ponta, que reduziu sua diferença no Mundial de Pilotos para o líder Sebastian Vettel, segundo colocado na prova.

O triunfo deste domingo levou Hamilton a 213 pontos e acirrou a disputa pelo título de 2017 com Vettel para o GP da Itália, que acontecerá já no domingo que vem e no qual o líder da temporada, com 220 pontos, vai correr "em casa", diante da torcida da Ferrari.

Hamilton foi o grande destaque de um fim de semana no qual igualou o recorde de poles positions de Michael Schumacher, com 68. Seu companheiro de Mercedes, porém, não teve o mesmo sucesso Após largar em terceiro, Valterri Bottas errou muito e terminou a prova em quinto. Daniel Ricciardo, da Red Bull, foi o terceiro, seguido de Kimi Raikkonen, da Ferrari.

Lewis Hamilton venceu o GP da Bélgica%2C seguido por Sebastian Vettel. Diferença do alemão para o britânico agora é de 7 pontosAFP/Loic Venance

Schumacher, aliás, também foi lembrado neste domingo. No aniversário de 25 anos de sua primeira vitória na Fórmula 1, o alemão foi representado por seu filho, Mick Schumacher. O piloto da Fórmula 3 Europeia guiou na pista de Spa-Francorchamps, antes da prova, uma réplica da Benetton, com a qual o pai venceu o primeiro título mundial da carreira, em 1994.

Ex-companheiro de Schumacher na Ferrari, Felipe Massa fez uma ótima prova e terminou na zona de pontuação. Depois de sofrer nos treinos e largar na 16.ª colocação, o piloto da Williams completou o percurso em oitavo e subiu para 27 pontos na temporada, ocupando a 11.ª posição.

Confira a classificação final do GP da Bélgica:

1.º - Lewis Hamilton (ALE/Mercedes), em 1h24min42s820

2.º - Sebastian Vettel (ALE/Ferrari), a 2s358

3.º - Daniel Ricciardo (AUS/Red Bull), a 10s791

4.º - Kimi Raikkonen (FIN/Ferrari), a 14s471

5.º - Valtteri Bottas (FIN/Mercedes), a 16s456

6.º - Nico Hulkenberg (ALE/Renault), a 28s087

7.º - Romain Grosjean (FRA/Haas), a 31s553

8.º - Felipe Massa (BRA/Williams), a 36s649

9.º - Esteban Ocon (FRA/Force India), a 38s154

10.º - Carlos Sainz (ESP/Toro Rosso), a 39s447

11.º - Lance Stroll (CAN/Williams), a 48s999

12.º - Daniil Kvyat (RUS/Toro Rosso), a 49s940

13.º - Jolyon Palmer (ING/Renault), a 53s239

14.º - Stoffel Vandoorne (BEL/McLaren), a 57s078

15.º - Kevin Magnussen (DIN/Haas), a 67s262

16.º - Marcus Ericsson (SUE/Sauber), a 69s711

Não completaram a prova:

Max Verstappen (HOL/Red Bull)

Fernando Alonso (ESP/McLaren)

Pascal Wehrlein (ALE/Sauber)

Sergio Pérez (MEX/Force India)

Últimas de Esporte