Após ser agredido por torcedores, zagueiro mostra foto e faz registro na polícia

Bruno Aguiar levou 11 pontos na boca após agressão feita por integrantes de uma torcida organizada

Por O Dia

Goiás - O zagueiro Bruno Aguiar, do Goiás, foi agredido por torcedores do próprio clube no último sábado. Dois dias depois apareceram as imagens do estrago. O jogador tirou selfies com o lábio cortado e a camisa com sangue. Em outra imagem, o atleta mostra seu carro com o vidro quebrado. Ele decidiu registrar a agressão na polícia.

Bruno Aguiar logo após agressãoReprodução

O caso aconteceu na tarde de sábado, quando cerca de 50 torcedores invadiram o CT do time no Parque Anhanguera. Integrantes da Força Jovem, principal torcida organizada do clube, entraram em confronto com o zagueiro que, lesionado, fazia sessão de fisioterapia. Ele era o único jogador presente no local.

Os demais atletas haviam realizado um treino no período da manhã e, por este motivo, não estavam no CT na hora da invasão.

Segundo a assessoria, após ser atendido no hospital, o zagueiro foi até a Central de Flagrantes da Polícia Civil, onde registrou a agressão. Ele fez um exame de corpo de delito e retornou para casa.

Além de agredir o atleta, o grupo vandalizou o local, quebrando objetos, instalações dos vestiários e equipamentos do departamento médico. Segundo informações da assessoria de imprensa do Goiás, os torcedores conseguiram entrar pelos fundos do centro de treinamento e, posteriormente, chegaram à parte destinada ao futebol.

Sem vencer há cinco rodadas na Série B, o time esmeraldino ocupa a 16ª posição da tabela e está a apenas dois pontos da zona de rebaixamento. Na sexta, um dia antes da invasão ao CT, o presidente Sergio Rassi renunciou. O vice Marcelo Almeida assumiu, demitiu o técnico Argel Fucks e efetivou Sílvio Criciúma no cargo.

Últimas de Esporte