Após eliminar o Flamengo, técnico perde o cargo com apenas uma derrota

Diretoria não gostou da opção do ex-técnico de poupar jogadores

Por O Dia

Paraná - ?O torcedor paranista foi pego de surpresa na manhã deste sábado com o anúncio da demissão do técnico Lisca. Sem justificar a decisão, a diretoria do clube apenas informou que o time será treinado interinamente pelo auxiliar-técnico Matheus Costa. O treinador só tinha uma derrota à frente do Paraná.

Lisca deixou o comando do ParanáDivulgação

Um desentendimento entre o treinador e a diretoria do Paraná Clube teria acontecido porque Lisca decidiu poupar os principais jogadores do time da semifinal da Primeira Liga, contra o Atlético-MG, neste sábado, às 19 horas, sendo contrário à determinação de entrar em campo com força máxima. Para o treinador, a prioridade para o clube deveria ser a retomada da Série B, na próxima quarta-feira.

Para se classificar para a semifinal da Primeira Liga, o Paraná derrotou o Flamengo nas quartas de final da competição. Após empate por 1 a 1 no tempo norma, o Tricolor levou a melhor na decisão por pênaltis.

Em menos de dois meses no comando do Tricolor paranaense, Lisca venceu quatro partidas, empatou duas e perdeu apenas uma. O Paraná se encontra na quinta colocação da Série B, com 34 pontos, a três pontos do G-4.

Confira abaixo a nota divulgada pelo Paraná Clube:


Luiz Carlos de Lorenzi, o Lisca, não é mais técnico do Paraná Clube. O profissional se desligou da delegação do Tricolor, em Belo Horizonte, na manhã deste sábado.

O clube está envolvido na decisão de uma vaga à final da Copa da Primeira Liga e no jogo frente ao Atlético Mineiro, às 19h, no estádio Independência, o time será comandado pelo auxiliar-técnico Matheus Costa.

O assunto envolvendo a saída de Lisca só será tratado com a imprensa em entrevista coletiva do presidente Leonardo de Oliveira e do executivo de futebol Rodrigo Pastana na próxima segunda-feira, às 10h, na sala de imprensa Caio Júnior, na Vila Capanema.

Últimas de Esporte