Falta pouco! Volta Redonda busca vaga na Série B do Brasileirão 20 anos depois

Voltaço enfrenta, neste sábado, o maranhense Sampaio Corrêa, pelo primeiro jogo das quartas de final da Série C. Se passar, volta à Segundona

Por O Dia

Volta Redonda - A chance de ascensão no cenário nacional bate à porta do Volta Redonda. Neste sábado, às 19h30, no Estádio Raulino de Oliveira, a equipe do sul do Estado do Rio de Janeiro entra em campo para enfrentar o Sampaio Corrêa, do Maranhão, pelo primeiro jogo das quartas de final da Série C do Campeonato Brasileiro. Caso conquiste uma vaga na semifinal, o Voltaço já estará garantido na Série B, divisão que não disputa há 19 anos desde 1998.

Volta Redonda está a dois passos do retorno à Série B do BrasileirãoDivulgação

A diretoria fez uma promoção de ingressos (R$ 15), e a cidade de Volta Redonda se movimenta para acompanhar seu representante na epopeia rumo à sonhada classificação à Segundona.

O técnico Felipe Surian, campeão invicto da Série D com a equipe no ano passado, sabe que a tarefa é das mais difíceis, e o objetivo principal no primeiro momento é não levar gols dentro casa os gols marcados no campo do adversário são um importante fator de desempate na competição. "A gente entra no mata-mata e é preciso ser estratégico. O principal é não levar gol, porque, no critério de desempate, isso conta muito, pode ser decisivo. É essa a importância de fazer um grande jogo e se comportar bem defensivamente. Você coloca a responsabilidade no adversário, que, na partida de volta, vai estar ao lado da torcida, pressionado para fazer gols", analisou Surian.

Ele demonstra cautela em relação a um possível título da Série C. "A gente trabalha passo a passo. O primeiro era não cair, conseguimos tranquilamente. Agora, o nosso foco principal é o acesso. Não falei sobre título com os atletas, estamos pensando primeiro em vencer o Sampaio Corrêa", garantiu o treinador.

Apesar de ter nascido em Juiz de Fora, Surian se sente em casa na Cidade do Aço. "O título da Série D foi marcante para o clube, colocamos o nome na história. O Volta Redonda estava desde 2006 sem fazer um bom papel no cenário nacional (foi quinto na Copa do Brasil daquele ano). Então, criei uma identidade pelo bom trabalho que estamos fazendo aqui", afirmou.

O jogo de volta contra o Sampaio Corrêa, em São Luís, será no sábado que vem.

Últimas de Esporte