Seleção brasileira vence EUA e fica a uma vitória do título da Copa dos Campeões

Time comandado pelo técnico Renan Dal Zotto venceu um duro duelo contra a seleção americana, pelo placar de 3 sets a 2

Por O Dia

Osaka - A seleção brasileira masculina de vôlei ficou muito perto de mais um título em sua história na madrugada deste sábado. O time comandado pelo técnico Renan Dal Zotto venceu um duro duelo contra os Estados Unidos, pelo placar de 3 sets a 2, com parciais de 28/26, 15/25, 25/20, 22/25 e 15/13, e está a uma vitória do troféu da Copa dos Campeões, disputada no Japão. 

Seleção brasileira masculina de vôlei ficou muito perto de mais um título em sua históriaDivulgação FIVB

Ao vencer os Estados Unidos no Osaka Municipal Central Gymnasium, na cidade de Osaka, o Brasil obteve sua terceira vitória na competição - antes bateu França e Irã. Tem uma derrota, para a Itália. Com estes resultados, a seleção lidera a competição, ao lado dos italianos, ambos com nove pontos. 

Por conta dos critérios de desempate, o Brasil garantirá o título na rodada final da Copa dos Campeões se vencer sua próxima partida por 3 a 0 ou 3 a 1. O duelo final será justamente contra o anfitrião Japão, lanterna do campeonato, às 6h15 da manhã deste domingo (horário de Brasília). 

Neste sábado, Renan escalou a seleção com Bruno, Wallace, Maurício Souza, Lucão, Lucarelli, Maurício Borges e o líbero Thales. Durante o longo jogo, de 2h24min de duração, o treinador colocou em quadra Tiago Brendle, Isac, Renan e Raphael. O oposto Wallace foi o principal destaque brasileiro, com 22 pontos. Maurício Borges contribuiu com 18. 

Com estas boas atuações, o Brasil fez um confronto equilibrado com o time norte-americano. Os Estados Unidos só abriram boa vantagem no segundo set, vencido por dez pontos de diferença. Nas demais parciais, o equilíbrio deu o tom, a começar pelo apertado placar do set inicial: 28/26. No quinto set, a partida acabou sendo decidida no desafio eletrônico, que confirmou o ponto decisivo brasileiro. 

"O jogo foi decidido em alguns detalhes. O nosso time teve lucidez porque, no quarto set tivemos algumas oportunidades, poderíamos ter matado o jogo e não conseguimos. Mas, no quinto set voltamos e soubemos jogar com a cabeça no lugar e vencer um time tão forte como o deles", comentou o levantador Bruninho.

O técnico Renan celebrou a atitude dos jogadores no quinto set. Para o treinador, a ousadia no saque fez a diferença no resultado. "Ficamos felizes demais com o resultado, depois de um grande jogo que nos deu a sensação de que qualquer uma das duas seleções poderia ter vencido. Com exceção do segundo set, todos os outros foram decididos nos detalhes. Foi realmente um grande jogo. Tivemos a competência de, no tie-break, arriscar um pouco mais no saque e tivemos mais eficiência. O jogo foi decidido ali", afirmou.

Últimas de Esporte