Incrível! Íbis lidera campeonato após duas vitórias seguidas e entra em 'crise'

Destilando bom humor nas redes sociais, 'pior time do mundo' luta bravamente para retornar à elite do futebol pernambucano

Por O Dia

Pernambuco - Duas vitórias, liderança invicta e um horizonte promissor. O que para qualquer clube seria um bom momento, é uma "crise" e tanto para o clube que se autodeclara como o pior time do mundo. O Íbis Sport Club, que ganhou este apelido nos anos 1980, depois de ficar três anos e 11 meses sem uma vitória sequer, está com tudo na Série A2 do Campeonato Pernambucano, na luta por uma vaga na elite do estadual - apenas um entre os dez times participantes terá esse direito. O sucesso é tão grande que a torcida já anda "preocupada".

Jogadores do Íbis comemoram vitória na última rodadaReprodução Internet

Fenômeno nas redes sociais, com mais de 200 mil seguidores, o clube faz graça de si mesmo. Depois da segunda vitória, contra o Cabense, fora de casa, o Twitter do Íbis publicou a imagem de uma pichação com o dizer "Fora diretoria", dando razão aos torcedores "indignados" com o bom momento. É claro que trata-se de uma brincadeira. Aliás, o bom humor é sempre presente nas postagens. E o responsável por isso é Nilson Filho, diretor de marketing do clube. "Rapaz, a torcida está preocupada", brinca Nilson ao iniciar a conversa por telefone. Seu trabalho, aliás, ajuda e muito as finanças do clube, que no mês passado lançou uma campanha de sócio-torcedor, a partir de R$ 2, para que os torcedores pudessem colaborar. A campanha, que tem como garoto-propaganda o eterno ídolo Mauro Shampoo, tem um slogan perfeito: "Ajude o Íbis a perder".

Diretoria do Íbis foi 'ameaçada' por causa da boa campanhaReprodução Internet

"Conseguimos atingir a marca de 1.100 sócios apenas no primeiro mês. Teve gente que doou dez, cinquenta e até cem reais. Nós fazemos sorteio de kits e camisas para atrair. Não temos patrocínio master, apenas colaboradores, então esse dinheiro ajuda muito", diz Nilson. "É claro que toda essa conversa de pior time do mundo é brincadeira. Nosso sonho é reerguer o clube, levá-lo de volta à primeira divisão", completa. E o otimismo de Nilson é justificável. Neste domingo o time encara o Ferroviário do Cabo, fora de casa. E, em caso de nova vitória, vai igualar uma marca histórica, alcançada em 1997: a de melhor início de campeonato.

Ozir Ramos Júnior, presidente do Íbis, toca o clube de maneira estoica. Sem patrocinador master, ele se desdobra para manter vivo o Pássaro Preto, apelido do clube rubro-negro, que já teve seu avô, pai e irmão na presidência. "Não tenho a ajuda de quase ninguém. Recorro a familiares e amigos para arrumar dinheiro e manter o time de pé. É muito difícil. E para subir à primeira divisão não é fácil. Só sobe um de dez", afirma Ozir, que não pensa de maneira nenhuma se livrar do apelido de pior time do mundo: "É uma coisa boa. Não fosse esse slogan, eu não teria essa atenção toda da mídia. Já tentaram até tirar esse título da gente, de pior do mundo, mas não vão conseguir. Nunca".

Em 2018, o clube completará 80 anos. E a intenção de Ozir, claro, é comemorar a data disputando a elite do Pernambucano. "Nosso objetivo é voltar para o lugar de onde nunca deveríamos ter saído. Deveríamos ser convidados, sempre, para disputar o estadual. O Íbis deveria ser hors-concours da primeira divisão", revela Ozir.

Últimas de Esporte