Galvão defende Romário e afirma que só o viu beber na festa do Tetra em 1994

Narrador disse que comandou a comemoração e que o Baixinho tomou champagne

Por O Dia

Rio - Presente no programa "Bem Amigos" do SporTV, o hoje senador Romário falou sobre os tempos de jogador. O Baixinho disse que sempre foi chegado a noite e que não gosta de treinar. Porém, teve que ceder em muitos momentos. O ex-atacante foi elogiado por Galvão Bueno que afirmou que algumas mentiras eram inventadas sobre o tetracampeão do mundo. 

Galvão Bueno relembrou momento marcante com RomároReprodução Internet

Um delas seria de que o atacante bebia. O narrador afirmou que só viu Romário ingerir bebida alcóolica uma vez na vida, logo em uma ocasião especial, quando o Brasil se sagrou tetracampeão mundial de futebol

"Saímos juntos algumas vezes, na boa. Eu tomava meu vinhozinho, o Romário tomava refrigente e a gente fumava charuto, que você sempre gostou e eu também. Mas nunca vi beber. Para dizer que nunca vi, teve um dia: Copa do Mundo de 1994, que a festa estava desanimada e subi no palco e resolvi animar a festa. Para subir naquele palquinho tive que te puxar porque o degrau estava alto para subir. Foi na festa do tetra. Nunca bebeu, agora, gostava de dançar, de fumar o charuto dele, levar um papo, contar umas histórias... as pessoas diziam "Romário chegou bêbado", mas ele nunca bebeu", disse Galvão.

Romário foi o principal nome do título do Copa do Mundo em 1994, que interrompeu um jejum de 24 anos do Brasil sem títulos mundiais. O atacante foi o artilheiro da seleção brasileira na competição com cinco gols.

Últimas de Esporte