Cabo do Exército tira sarro de clube em evento com Temer e acaba preso

Mikaell Henrique fazia parte da comitiva que realizava a segurança do presidente e exagerou nas brincadeiras nas redes sociais

Por O Dia

Pará - As brincadeiras entre rivais são comuns no futebol, mas existem limites. Mikaell Henrique, um cabo do Exército, descobriu isso. Provável torcedor do Paysandu, o militar tirou sarro do Remo, maior rival, e acabou preso por isso, já que estava a trabalho na comitiva que faria a segurança do presidente Michel Temer em Belém (PA) nesta quinta-feira.

Cabo do Exército desrespeitou o Remo e acabou presoReprodução / Facebook

A motivação da prisão veio do fato de que Mikaell estava trabalhando no estádio do Remo quando fez uma série de publicações nas redes sociais ironizando a situação do local.

Chamando o clube de 'falido', Mikaell também ironizou a possibilidade de falta de luz no local, caso o político chegasse à noite. Michel Temer, que viajava a Belém de helicóptero, pousaria no estádio Baenão, fechado desde 2014. 

A reportagem do Jornal O DIA entrou em contato com o Comando Militar do Norte, que confirmou a informação.

Ainda nesta quinta-feira, Glauber Pontes, diretor de marketing do Remo, publicou em seu Facebook uma mensagem em que confirma que o militar foi preso e que um oficial do Exército teria se desculpado, em nome da instituição, pelos atos do cabo.

Últimas de Esporte