Técnico de revelação brasileira que morreu antes de ir para Europa lamenta perda

João Victor Oliveira teve um mal súbito durante uma pelada

Por O Dia

Espítito Santo - A morte repentina e precoce do jogador João Victor Oliveira, que tinha apenas 18 anos, deixou todos a sua volta em choque. Titi, o treinador da revelação brasileira, lamentou a perda do garoto e disse que ele era um leão em campo.

João Victor Oliveira iria atuar pelo Desportivo Gouveia%2C clube de PortugalReprodução Facebook

"Ele era um leão na quadra, corria demais. O João sempre se destacou pelo bom condicionamento físico, ele era muito forte, era a marca dele", disse Titi.

O jogador, que ia realizar o sonho de jogar na Europa, era descrito por todos como um menino educado, estudioso e muito ligado à família. "João era um menino excelente. Muito carinhoso, educado, um exemplo para os meninos da idade dele", contou o padrasto Thiago Martins.

CAUSA DA MORTE

João Victor Oliveira teve um mal súbito durante uma pelada. O jovem se apresentaria ao Desportivo Gouveia, time de Portugal, no fim deste mês.

"O jogo tinha acabado de começar, e ele pediu para sair reclamando de dores no joelho. Ele sentou no banco e depois caiu. O Samu chegou, tentou reanimar ele por uma hora, mas não teve jeito", disse o tio Wudson Carlos de Oliveira, de 43 anos, ao 'Gazeta Online'.

O meia-atacante defendeu a equipe de futsal do Álvares Cabral e foi campeão Mundial Escolar de futsal, na França, no ano passado. E foi na competição na Europa que o jovem chamou a atenção dos portugueses.

Últimas de Esporte