Repórter demitido após 18 anos de emissora desabafa: 'saio de cabeça erguida'

Profissional estava credenciado para os próximos jogos do Brasileirão

Por O Dia

São Paulo - Passar 18 anos trabalhando numa empresa e sentir o gosto amargo de uma demissão é uma experiência terrível para qualquer profissional. Nesta semana o repórter Fredy Junior passou por essa situação na rádio Jovem Pan de São Paulo.

Fredy Junior foi demitido após 18 anos na rádio Jovem PanReprodução

Setorista do Palmeiras, ele desabafou nas redes sociais: "Entrei na Jovem Pan, no terceiro ano do curso de Jornalismo com muita vontade de trabalhar, de aprender e desde a última quarta sai de cabeça erguida de que fiz coisas boas na rádio. E saio da Pan, um profissional experiente, com muita vontade de trabalhar e aprender ainda mais!!!", escreveu.

O repórter foi pego de surpresa, já que fez cobertura do jogo da seleção brasileira contra o Chile em São Paulo e estava escalado e credenciado para os próximos jogos do Campeonato Brasileiro.

Na rádio, ele passou por várias funções antes de cobrir o Palmeiras. Foi produtor, setorista da Portuguesa, plantonista esportivo e chegou a comandar o programa 'Domingo Esporte'.

Últimas de Esporte