Bicampeã olímpica, Jaqueline volta às quadras pelo time de Barueri na Superliga

Zé Roberto Guimarães, que também comanda a seleção brasileira feminina, poderá contar com uma atleta experiente e vitoriosa

Por O Dia

São Paulo - A ponteira Jaqueline está de volta às quadras. A jogadora acertou com o Hinode Barueri, time comandado pelo técnico José Roberto Guimarães e que perdeu na estreia da Superliga nesta terça-feira para o Vôlei Nestlé por 3 sets a 1 - com parciais de 25/17, 23/25, 25/20 e 25/17.

Aos 33 anos, Jaqueline estava sem equipe desde a sua saída do Minas Tênis Clube no final da última temporadaMaira Coelho

Aos 33 anos, Jaqueline estava sem equipe desde a sua saída do Minas Tênis Clube no final da última temporada. Ela vinha treinando em Barueri para manter a forma física e acabou acertando contrato. Além dela, o time pode trazer ainda outra bicampeã olímpica: a central Thaísa, que vem treinando com o elenco do Hinode, mas ainda não assinou.

Com Jaqueline, Zé Roberto Guimarães, que também comanda a seleção brasileira feminina, poderá contar com uma atleta experiente e vitoriosa. Ela já ganhou cinco edições da Superliga por diferentes equipes, quatro vezes o Campeonato Sul-Americano de Clubes e uma vez o Mundial de Clubes.

Mas foi na seleção brasileira feminina que a atleta teve seu grande momento na carreira, com o bicampeonato olímpico - em Pequim-2008 e Londres-2012. Foi na Inglaterra, inclusive, que teve uma atuação grandiosa na decisão diante dos Estados Unidos, que eram os favoritos ao ouro. Jaqueline marcou 18 pontos naquela partida.

Além dela, o Hinode Barueri também oficializou a contratação da levantadora Francine Tomazoni, a Fran, que estava no Rio do Sul - o time desistiu de participar da Superliga neste ano e deu lugar ao Renata/Valinhos Country. A jogadora chega para reforçar o time, assim como a oposta polonesa Kasia Skowronska-Dolata.

O Hinode Barueri acabou de completar um ano de vida e já tem no currículo três finais, com vitórias na Taça Prata e na Superliga B, que garantiu a vaga para o time na elite. Depois, fez a final do Paulista, deixando equipes mais tradicionais pelo caminho, como o Pinheiros. Agora, com Jaqueline, Fran, Skowronska e possivelmente Thaísa, começa a sonhar alto na temporada.

"Time que contrata campeãs olímpicas tem de pensar em algo mais. Claro que não podemos achar que já ganhamos por isso, mas o objetivo é ter um bom time para a temporada", disse Alessandro Rodrigues, diretor de marketing da Hinode.

Últimas de Esporte