Campeão do TUF Brasil é demitido do UFC

Lutador não resistiu a sequência de maus resultados e deixou o Ultimate

Por O Dia

Ceará - A carreira do lutador cearense Rony Jason, de 33 anos, no UFC chegou ao fim. O campeão da primeira temporada do The Ultimate Fighter Brasil, que agrediu irmã numa festa em Quixadá, no Ceará, não resistiu a sequência de maus resultados e foi demitido do Ultimate.

Rony Jason não vencia desde março de 2014UFC / Divulgação

"O peso pena UFC Rony Jason foi liberado da organização depois de sofrer três derrotas em suas últimas quatro lutas", diz o comunicado oficial emitido pelo UFC.

Jason não vencia desde março de 2014, quando bateu Steve Siler por nocaute técnico, em Natal. De lá para cá foi só ladeira abaixo. O lutador foi derrotado por Robbie Peralta, Dennis Bermudez, Jeremy Kennedy. Contra Damon Jackson, o brasileiro chegou a sair como o vencedor da luta por finalização, mas teve o resultado alterado após ser flagrado em exame antidoping. Sua última luta foi em março deste ano, quando foi superado pelo canadense Jeremy Kennedy no UFC Fortaleza.

Rony Jason foi pego com a substância Hydrochlorothiazide, um diurético proibido pela Agência Antidoping dos EUA, teve a vitória sobre Jackson anulada e ainda foi suspenso por nove meses. O brasileiro também ficou sem o bônus de US$ 50 mil que ganhara como ‘Performance da Noite’ na finalização diante do norte-americano.

Últimas de Esporte