Torneio de jiu-jitsu promove encontro de esportistas com ator de Tropa de Elite

Amaury Bitett, Felipe Cobra e Manimal prestigiaram o evento das arquibancadas

Por O Dia

Rio - O Encontro de Veteranos do Jiu-Jitsu reuniu 400 atletas no Clube Monte Líbano, no Leblon, na zona sul do Rio de Janeiro, no último sábado (21/10). Essa foi a 5ª edição da competição, que este ano, pela primeira vez, deixou de ser amistosa para contar pontos para o ranking anual da SJJSAF (Sport Jiu Jitsu South American Federation). Apesar disso, o que se viu foi o mesmo clima das outras quatro edições: muito respeito, cordialidade e amizade entre os lutadores.

“Quando idealizei o campeonato, há cinco anos, minha ideia era atender a uma parcela de atletas que muitas vezes deixavam de participar de competições por variados motivos, seja distância, tempo de espera ou qualquer outro. Então, a missão do Encontro de Veteranos é promover um evento que preze, em primeiro lugar, pelo bom atendimento. Tratamos nossos atletas como clientes, porque é isso que eles realmente são. Graças ao trabalho de toda a nossa equipe correu tudo bem e encerramos mais essa edição com a sensação de dever cumprido. A presença de grandes nomes do esporte que vieram nos prestigiar é nossa melhor chancela”, falou Raphael Abi-Rihan, organizador do evento.

Atrás%2C Toz Viana%2C Luciano Andrade "Jatobá"%2C Raphael Abi-Rihan%2C André Ramiro e Davidson Cavalcante. Na frente%2C Eduardo Mangaravite e José AmadeuFlashsport

Entre os atletas da velha guarda que estiveram presentes, mesmo que apenas para prestigiar o evento, nomes como Amaury Bitetti, Felipe Cobra e Manimal, que é mestre de Abi-Rihan, chamavam a atenção na arquibancada. Entre os que competiram, destaque para o master 3 Gustavo Ximu, lutador de MMA e faixa preta da Gracie Barra, que conquistou o ouro no super-pesado e no absoluto, onde derrotou o xará Gustavo Granha (Totti Jiu-Jítsu), tetracampeão e até estão invicto na competição.

"O campeonato foi de altíssimo nível. Queria agradecer ao Abi-Rihan por me convidar a participar. Estou feliz por esta minha nova jornada de kimono. Sempre competia MMA e NO GI (jiu-jítsu sem kimono), mas como estou há quase três anos sem lutar MMA e as competições de NO GI são poucas, busquei um novo caminho, para seguir competindo e não perder o ritmo", comemorou Ximu.

Como de costume, as lutas de jiu-jítsu adaptado roubaram a cena. Dois atletas faixa preta, um com paralisia cerebral, e outro cego, além de um faixa azul com síndrome de down, mostraram mais uma vez que o jiu-jítsu não tem barreiras. Entre os atletas que fizeram as lutas especiais, um chamou a atenção do público: o ator André Ramiro, que viveu o policial do BOPE Matias no filme Tropa de Elite, e é faixa roxa do mestre Manimal.

“Foi incrível. Uma troca de energia muito legal. Ele é muito forte. Foi uma experiência maravilhosa lutar com esse atleta, especial em todos os sentidos. O jiu-jítsu entrou na minha vida num momento muito importante, em que eu precisava muito. E hoje é gratificante estar aqui, vendo com meus próprios olhos, o que o jiu-jítsu faz na vida dos portadores de necessidades especiais. Eles são verdadeiros guerreiros”, disse André.

A próxima competição que será organizada por Raphael Abi-Rihan e também com chancela da SJJSAF, é a Copa América, dia 9/12. Ela será realizada no ginásio do Grajaú Country Clube, no bairro da zona norte do Rio de Janeiro e terá suas inscrições abertas até o dia 4/12, pelo site www.sjjaf.com ou pelo email abirihanraphael@hotmail.com.

Últimas de Esporte