Fluminense e Flamengo colocam a rivalidade em campo na Copa Sul-Americana

Partida será realizada às 21h45, no estádio do Maracanã

Por O Dia

Rio - Encarados como decepções pelos seus torcedores no Campeonato Brasileiro, Fluminense e Flamengo deixam de lado a competição nacional nesta quarta-feira para reviverem a histórica rivalidade entre eles no confronto de ida das quartas de final da Copa Sul-Americana, agendado para as 21h45, no estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro.

Wendel faz marcação no meio-campoMárcio Mercante / Agência O Dia

Ambas as equipes, inclusive, perderam no último fim de semana, por 2 a 0, com o Fluminense tendo caído para a Chapecoense e o Flamengo sendo superado pelo São Paulo. Por isso, o clássico pela Sul-Americana cresceu de importância, não só pela rivalidade envolvida, mas para que os times se recuperem dos tropeços.

Com um time de jovens e de baixos investimentos, o Fluminense chegou a flertar com o sonho de conquistar uma vaga na próxima Copa Libertadores através do Brasileirão. Mas a equipe do técnico Abel Braga despencou na tabela de classificação e só se distanciou do risco de rebaixamento, ainda existente, em rodadas recentes.

Assim, a Sul-Americana se tornou a única chance de conquista de vaga para o clube na Copa Libertadores. E o torneio já chamou a atenção do seu torcedor no confronto anterior, quando eliminou de modo emocionante a LDU, do Equador, algoz em finais recentes de torneios continentais.

A Sul-Americana, então, cresceu de peso para o clube também pelos confrontos com rivais tradicionais. Até por isso, o centroavante Henrique Dourado foi poupado no último final de semana, no confronto contra a Chapecoense pelo Brasileirão, mas retornará nesta quarta-feira para o Fla-Flu.

Abel Braga, porém, adotou o mistério sobre o restante da escalação, sem indicar se poderá utilizar o volante Douglas e o meia equatoriano Sornoza, em fase final de recuperação de lesões Mas como treinaram nos últimos dias, deverão ser aproveitados.

"Dificilmente se repetirá esse clássico nessa competição, então temos que aproveitar e fazer o que temos feito nos últimos jogos para conseguir uma vantagem na primeira partida. Para nós, é uma competição inédita, o Fluminense ainda não tem esse título. Não só para mim, mas para todos os atletas, é de grande importância", afirmou Henrique Dourado, esperança de gols do Fluminense.

Em sétimo lugar no Brasileirão, o Flamengo fracassou na tentativa de conquistar um título de expressão em 2017, apesar dos grandes investimentos, ainda que tenha sido campeão carioca, o que tornou a Sul-Americana uma "tábua de salvação", mesmo que a vaga na Libertadores possa vir através do torneio nacional.

O Flamengo, porém, tem problemas no seu setor ofensivo para encarar o Fluminense. O colombiano Berrío sofreu grave lesão no joelho no duelo contra o São Paulo e deve ficar cerca de seis meses afastado dos gramados. Já o peruano Guerrero segue de fora por causa de dores na coxa esquerda, tendo sua vaga ocupada por Lucas Paquetá.

Para compensar um pouco destas ausências, o Flamengo terá o retorno do jovem Vinicius Junior, que se recuperou de lesão, e vai ficar como opção no banco de reservas do time, que fez um confronto nacional na fase anterior contra a Chapecoense.

Embora seja disputado em dois jogos no estádio do Maracanã, o confronto terá os gols como visitante como critério de desempate Atuando "fora de casa" nesta quarta-feira, o Flamengo espera aproveitar essa para marcar gols que possam ser decisivos para a definição da série. "É nosso grande objetivo. Precisamos ganhar, é uma copa importantíssima. É muito difícil, mas estamos no caminho. Temos que ir jogo a jogo trabalhando essa possibilidade Seria muito positivo e reconfortante em termos de ânimo. Estamos trabalhando para chegarmos lá", afirmou o técnico colombiano Reinaldo Rueda.

O confronto desta quarta-feira não é o primeiro por um torneio oficial internacional, pois em 2009 os times também se encontraram na Sul-Americana, mas na fase inicial, com o Fluminense se dando melhor após empates por 0 a 0 e 1 a 1 graças ao gol marcado como visitante.

Agora, porém, o confronto tem bem mais importância, tanto que 20 mil ingressos foram vendidos até a véspera do primeiro Fla-Flu, que valerá uma vaga nas semifinais contra Sport ou o colombiano Junior Barranquilla. Além disso, os clubes colocarão em jogo o sonho de um título de expressão em 2017 e, claro, uma das rivalidades mais emblemáticas do futebol mundial.

Últimas de Esporte