Corpo de triatleta é encontrado intacto após três anos de desaparecimento

Victor Teni tentava escalar vulcão, em preparação para competições, mas acabou falecendo; baixas temperaturas conservaram cadáver

Por O Dia

Espanha - Um triatleta resolveu abrir o ano de 2014 escalando o pico mais alto da Espanha, o vulcão Teide, localizado em Tenerife, que tem 3.718 metros de altitude. No entanto, Victor Teni nunca mais foi visto após a tentativa e acabou encontrado, morto, nesta semana.

Triatleta faleceu ao tentar escalar vulcãoReprodução

O espanhol planejava começar seu treinamento para competições futuras e havia combinado a escalada com outros amigos. Estes acabaram cancelando o compromisso e Teni resolveu subir o vulcão sozinho.

Depois de dar entrada no Parque Nacional do Teide na tarde do dia 1º de janeiro de 2014, o triatleta não foi mais encontrado, até que um viajante alertou grupos de resgate que atuam no local sobre a possibilidade de ter visto um corpo nesta semana.

Após o resgate, realizado com ajuda de um helicóptero, o corpo foi identificado como o de Victor Teni. Segundo o jornal 'La Opinion', o cadáver se encontrava mumificado e praticamente intacto, por conta da baixa temperatura do local.

A causa da morte ainda não foi revelada, mas especula-se que placas de gelo possam ter caído sobre o triatleta, então com 39 anos, durante a escalada.

Últimas de Esporte