Ex-goleiro do Vasco revela agressão de fotógrafo e pedrada em partida

Campeão brasileiro pelo Gigante, o ex-jogador viu a morte de perto

Por O Dia

Rio - O ex-goleiro Mazarópi fez história no futebol brasileiro nos anos 1970 e 1980. Campeão nacional pelo Vasco em 1974, ele também teve uma passagem marcante pelo Grêmio, quando conquistou a Libertadores de 1983. Naquele momento, a competição internacional tinha uma atmosfera bem diferente da atual.

Mazaropi viveu grandes momentos no Vasco e no GrêmioArquivo O Dia

Em entrevista à Fox Sports, o arqueiro revelou que viu a morte de perto no empate em 3 a 3 contra o Estudiantes, em La Plata. Os jogadores do Grêmio acabaram agredidos dentro e fora de campo.

"Os argentinos provocam bastante os brasileiros. Eles são complicados. Em La Plata, tivemos um jogo que só saímos vivos porque Deus quis. Achou que não era a nossa hora. Foi uma batalha campal", disse Mazarópi.

Segundo o ex-goleiro, até mesmo a imprensa local atacou os brasileiros. "Teve muita pedra. A saída dos jogadores para o vestiário era bem colada à grade. Eu só protegia a cabeça. Em um momento, eu estava na entrada da área e um fotógrafo me agrediu. Era sempre difícil", explica.

Pelo Vasco, o goleiro levantou além do título do Brasileirão de 1974, os Cariocas de 1977 e de 1982. No ano seguinte, se transferiu para o clube gaúcho para vencer a Libertadores e o Mundial de Clubes.

Últimas de Esporte