Atuação de Neymar contra Inglaterra gera críticas de Galvão: 'Joga como no PSG'

Narrador cobrou menos individualismo de craque da Seleção

Por O Dia

Rio - O empate sem gols contra a Inglaterra não foi dos momentos mais brilhantes da seleção brasileira comandada por Tite. A atuação ficou abaixo do esperado e Neymar, camisa 10 e craque do time, foi criticado por conta de seu individualismo.

Atuação de Neymar contra a Inglaterra não foi bem vista por Galvão BuenoLucas Figueiredo/CBF

Até mesmo durante a partida, a equipe de transmissão da Globo, contando com Galvão Bueno, Junior e Casagrande, já apontava erros do jogador do PSG, que prendia demais a bola, na visão do narrador.

"A bola quando chega no Philippe Coutinho e no Neymar, está travando demais. Carregou para o meio, ele busca o trânsito, igual motorista que está andando em uma fila (faixa) e muda de fila e busca o trânsito", disse Galvão, sendo acompanhado por Casagrande, que emendou: "Está tentando resolver a coisa sozinha, dribla, carrega a bola 30 metros. Essa bola no contra-ataque tem que tocar. Correndo com a bola no pé, tentando driblar todo mundo, é difícil."

Galvão também indicou que Neymar parece não saber diferenciar as partidas que disputa, jogando da mesma maneira contra a Inglaterra e contra equipes mais fracas, pelo Paris Saint-Germain.

"Fico com a sensação que ele está jogando como se estivesse jogando no Paris Saint-Germain, enfrentando times franceses que não têm a capacidade de marcação que tem essa seleção inglesa. Aí fica difícil."

Para Júnior, a Seleção precisa de uma mudança de postura geral para que consiga quebrar as linhas de defesa adversárias com maior facilidade.

"Precisa melhorar algumas coisas, principalmente pensar no jogo coletivo. A gente vai ter dificuldade todas as vezes que a equipe prender muito a bola", afirmou o ex-lateral do Flamengo.

Após o empate em 0 a 0 com a Inglaterra, a próxima partida marcada pela Seleção acontecerá em março do próximo ano, contra a Alemanha, também em amistoso.

Últimas de Esporte