Carol Portaluppi leva bronca de Renato Gaúcho após festa no vestiário do Grêmio

Beldade, que estava eufórica com a vitória da equipe gremista, revelou a repreensão do pai em uma sequência de vídeos nas redes sociais

Por O Dia

Porto Alegre - Carol Portaluppi foi repreendida pelo pai Renato Gaúcho após entrar no vestiário do Grêmio comemorar a vitória por 1 a 0 sobre os argentinos do Lanús, na primeira partida da final da Copa Libertadores da América.

Carol Portaluppi estava eufórica após a vitória do Grêmio%2C por 1 a 0%2C sobre o LanúsReprodução Instagram

A beldade, que estava eufórica, revelou a bronca do pai em uma sequência de vídeos nas redes sociais. "Eu estou muito feliz! Só não posso gritar. Meu pai está aqui no quarto do lado e ele já me deu uma bronca no vestiário, porque eu gritei… Faz parte. Meu jeito. Sou meio sangue quente, e aí não posso falar nem muito alto, porque ele escuta", disse Carol.

BARRADA PELO PAI

Acostumada a acompanhar o time nos jogos, a filha de Renato Gaúcho não estará em La Fortaleza, estádio do Lanús que receberá a finalíssima da competição sul-americana, na próxima quarta-feira. Palavras do próprio técnico, que em entrevista à TV Globo, vetou a ida de Carol à Argentina. "Pra Argentina não. Aqui na Arena tudo bem, com a torcida do Grêmio, tem os seguranças que tomam conta. Mas em outro país, principalmente se tratando de Argentina e de uma final de Libertadores, é complicado", argumenta o treinador, ou melhor, o pai preocupado.

Carol Portaluppi, sucesso nas redes socias, ficou ainda mais famosa quando foi vista comemorando no gramado o título gremista na Copa do Brasil de 2016, na Arena do Grêmio. Renato não quer a cena se repetindo em caso de mais um título, mas admite: será difícil convencer a filha: "Vai ser uma choradeira, uma gritaria. Vou me estressar com ela na semana antes, mas é pro bem dela. Não tô falando 100% não, mas é 99%. Aqui na Arena tudo bem. La é mais complicado", disse.

Últimas de Esporte