Maradona acusa uma de suas filhas de ter ajudado ex-esposa a roubá-lo

Ídolo argentino deve pedir a prisão preventiva de Giannina Maradona

Por O Dia

Argentina - Diego Maradona deve pedir, em breve, a prisão de sua própria filha. O ídolo argentino processou sua ex-esposa, Claudia Villafañes, por roubá-lo, e existe a suspeita de que uma de suas filhas, Giannina Maradona, também esteja envolvida.

Maradona pode ter perdido pouco mais de 3 milhões de euros em fraude de sua ex-mulherReprodução Internet

Dessa forma, os advogados do ex-jogador pretendem pedir a prisão preventiva da jovem, que teria ajudado a disfarçar a origem de cerca de 3,8 milhões de euros (R$ 14,7 milhões), fazendo transações bancárias no Uruguai.

"Do Uruguai, nos informaram que fecharam e abriram uma conta. Sem dúvidas, pediremos a prisão preventiva (de Giannina). Claudia entrou no esquema. Agora, o que é preciso ser feito é de onde conseguiu os bens que foram omitidos (...) O que vai fazer um pai? Ir falar com o juiz para pedir que não a detenha? Isso quem determina é o juiz. Não pode intervir na investigação porque há um fiscal, um juiz, o FBI. Em uma evasão impositiva, a vítima não é Maradona, é o Estado", afirmou seu advogado, Matías Morla, em entrevista a um programa da TV argentina.

Giannina afirmou ser inocente e disse que perdoaria seu pai por tê-la envolvido no processo, ressaltando que já tomou atitudes parecidas em outras ocasiões, que considerou ainda piores.

Últimas de Esporte