Ex-médico de seleção de ginástica se declara culpado por abuso sexual

Ele trabalhou com a equipe dos Estados Unidos durante três décadas

Por O Dia

EUA - O ex-médico da equipe de ginástica olímpica dos Estados Unidos Lawrence "Larry" Nassar se declarou culpado nesta quarta-feira das acusações de abuso sexual contra atletas nas últimas décadas.

Lawrence Nassar se declarou culpadoAFP

Nassar se declarou culpado de três acusações de agressão sexual de primeiro grau. Há uma semana, admitiu sete acusações idênticas em outro tribunal de Michigan.

O médico, 54 anos, trabalhou com a equipe de ginástica dos Estados Unidos durante quase três décadas e em quatro Jogos Olímpicos. Ele está sendo acusado de abuso por mais de 100 mulheres atletas, que o acusam de se aproveitar delas durante exames médicos.

As medalhistas de ouro olímpico Aly Raisman, McKayla Maroney e Gabby Douglas são algumas das atletas de peso que denunciaram Nassar.

Caso condenado, Nassar poderá cumprir sentença de 25 a 40 anos de prisão.

Últimas de Esporte