Por jessyca.damaso

Rio - O lutador de MMA Marlon Sandro agrediu, na madrugada da última quinta-feira, sua noiva Tayssa Madeira. A agressão teria acontecido depois de uma discussão no meio da rua, no bairro do Catete, após voltarem do jogo da final da Copa Sul-Americana, quando o Independiente foi campeão em cima do Flamengo, no Maracanã.

Tayssa Madeira foi agredida por Marlon SandroReprodução

Depois das imagens de Tayssa com o braço enfaixado e um hematoma no olho direito ganharem grande repercussão na Internet, o líder da Nova União Dedé Pederneiras disse que foi pego de surpresa com a notícia e anunciou o desligamento do lutador da academia.

Tayssa Madeira mostra o olho machucadoReprodução

"Fui pego de surpresa na noite dessa quinta com as fotos circulando na Internet. Não conseguimos ainda contato com o Marlon, mas devido à gravidade dos fatos, a Nova União comunica o desligamento imediato do atleta Marlon Sandro da equipe", disse Pederneiras em um comunicado publicado no site Combate.com.

Declaração de Marlon

Após o ocorrido, Marlon Sandro recorreu às redes sociais e escreveu: "Todos temos defeitos, a cada dia eu aprendo com eles. Espero que daqui para frente eu seja melhor, o Marlon de antes. Paciente, calmo e que eu vença todos os meus vacilos. Que Deus abençoe o meu destino. Eu seja grato por todos os livramentos".

O lutador, de 40 anos, era um dos destaques da equipe Nova União, onde José Aldo também treina. Ex-campeão de eventos japoneses como Sengoku e Pancrase, também acumula passagens de destaque no Bellator. Seu cartel profissional é de 28 vitórias, sete derrotas e dois empates.

Você pode gostar