Craque cobiçado pelo Barça é acusado de racismo e pede desculpas pelo Twitter

Atleta se vestiu como um Globetrotter e foi muito criticado

Por O Dia

França - O atacante Antoine Griezmann, do Atlético de Madrid, se envolveu numa polêmica neste fim de semana. O francês publicou, em suas redes sociais, uma foto fantasiado de 'globetrotter', mas com a pele totalmente pintada de preto. Acusado de racismo, o jogador se desculpou nesta segunda-feira.

Griezmann praticou o chamado "blackface" ao pintar a pele para recriar um jogador do Harlem GlobetrottersReprodução/Twitter

Aparentemente indo à uma festa com o tema "anos 80", Griezmann vestiu o uniforme dos Harlem Globetrotters, time de basquete conhecido por seus malabarismos com a bola, e uma peruca de um penteado "afro", o que lhe rendeu acusações de racismo.

A crítica ao atleta se deu por conta do "blackface" contido na fantasia. A prática consiste em brancos se pintarem de negros como numa sátira a pessoas daquela etnia. Griezmann havia dito que a pintura era uma forma de homenagem aos jogadores e afirmou ser fã dos Globetrotters.

Entretanto, o jogador preferiu apagar a imagem e usou seu Twitter para pedir desculpas: "Reconheço que foi grosseiro da minha parte. Peço desculpas se machuquei alguém", disse o francês.

Barcelona

O presidente do Barcelona, Josep Maria Bartomeu, e a família de Antoine Griezmann tiveram um primeiro contato para preparar o terreno para uma possível transferência do atacante francês, informou neste domingo o jornal catalão 'Mundo Deportivo'.

"O Barça colocou Griezmann como objetivo para 2018, conversou com o entorno do jogador para saber se tinha interesse de vestir azul e grená e, depois de receber um sim como resposta, se chegou a um acordo com o artilheiro francês", explicou o jornal.

Últimas de Esporte