Javier Mascherano se despede do Barcelona e vai para China

No Hebei Fortune, ele vai encontrar o compatriota Ezequiel Lavezzi, amigo e ex-companheiro da seleção argentina

Por O Dia

Argentina - Javier Mascherano, ex-capitão e volante emblemático da seleção argentina, acertou em 12 milhões de dólares a saída do Barcelona para defender o chinês Hebei Fortune, informou nesta segunda-feira a ESPN.

Mascherano vai para ChinaEFE

"Mascherano e Barcelona chegaram a um princípio de acordo pelo qual o jogador argentino vai deixar o time catalão com destino à China", informou o canal de televisão.

O veterano meia de 33 anos é muito apreciado pelos torcedores, por sua forte personalidade e temperamento, e integra o elenco que vai jogar a Copa do Mundo da Rússia-2018.

"Quero se feliz. Tudo vai muito rápido. Não quero ser preso das palavras. Buscarei o que me dá felicidade", declarou à imprensa argentina há um mês, quando perguntado se gostaria de sair do Barcelona.

No Hebei Fortune, Mascherano vai encontrar o compatriota Ezequiel Lavezzi, amigo e ex-companheiro da seleção.

O Mundial da Rússia pode ser a última chance da geração de Mascherano conquistar um título de peso com a seleção, após os vice-campeonatos da Copa América (2015 e 2016) e da Copa do Mundo (2014).

O meia nascido em San Lorenzo é um dos poucos atletas argentinos vencedores de duas medalhas de ouro nos Jogos Olímpicos, em Atenas-2004 e Pequim-2008.

O volante participou do grupo que jogou as Copas do Mundo da Alemanha-2006 (quartas de final), África do Sul-2010 (quartas de final) e Brasil-2014. Mascherano também perdeu a final da Copa América da Venezuela-2007.

Últimas de Esporte