Por gabriel.santos
Publicado 18/12/2017 20:18 | Atualizado 18/12/2017 20:35

Peru - O técnico Ricardo Gareca ainda não perdeu as esperanças de contar com Paolo Guerrero na Copa do Mundo do ano que vem. O comandante da seleção peruana declarou seu apoio ao atacante do Flamengo e mostrou confiança de que a pena de um ano de suspensão ao jogador será reduzida.

Guerrero foi suspenso por um ano pela FifaAFP

"Temos que esperar. Se a Fifa lhe deu um ano de suspensão, com a apelação talvez possa reduzir a pena. É a única coisa que posso dizer, expressar-me a favor do jogador, e estou convencido de que foi um acidente. Confiamos nele", declarou o treinador em entrevista ao jornal Líbero.

Guerrero recebeu um ano de gancho da Fifa depois de ter sido flagrado em exame antidoping para o uso de benzoilecgonina, um metabólito da cocaína, em duelo diante da Argentina, válido pelas Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo do ano que vem.

O jogador negou o uso da droga e repetiu diversas vezes que ingeriu a substância acidentalmente, o que não foi suficiente para convencer a Fifa. A defesa de Guerrero promete levar o caso até a última instância e, enquanto isso, os colegas do atacante têm manifestado-se a favor do flamenguista.

"Guerrero tem uma carreira irretocável e está envolto em uma situação involuntária. Eu o tive comigo por três anos e seu de seu profissionalismo e capacidade. A suspensão não muda em nada o conceito que temos dele", afirmou Gareca.

Você pode gostar