Polêmica! Após acusar companheiro de assediar sua esposa, jogador abandona clube

Atacante preferiu pedir a rescisão e não quer jogar mais com 'rival'

Por O Dia

Colômbia - O ambiente no Junior Barranquilla, adversário do Flamengo na semifinal da Copa Sul-Americana, havia sido balançado por denúncias de que Téo Gutiérrez teria assediado a esposa de Roberto Ovelar, seu companheiro de equipe. Nesta terça-feira, Ovelar pediu a rescisão de seu contrato.

Téo Gutiérrez (dir.) teria enviado mensagens obscenas para esposa de Ovelar (esq.)Reprodução / Instagram

O motivo seria justamente o clima ruim nos vestiários após a ação de Gutiérrez sobre Gladys Ortega, que teria se justificado dizendo que não cuida de suas redes sociais, por onde o assédio teria ocorrido, antes do jogo de ida contra o Flamengo.

Ovelar com a esposa Gladys OrtegaReprodução Instragram

Depois de três anos no Junior Barranquilla, Ovelar agora busca novo clube para seguir sua carreira. A imprensa colombiana aponta que o paraguaio já teria destino: o Millonarios, do mesmo país.

Últimas de Esporte