Luto! Volante morre aos 20 anos por conta de tumor no cérebro

Jovem estava afastado do futebol desde 2015 por conta da doença

Por O Dia

Santa Catarina - Um tumor no cérebro abreviou a carreira e a vida de Renanzinho, volante do Avaí de apenas 20 anos. O jogador teve seu falecimento anunciado pelo Twitter oficial do clube nesta quinta-feira.

"Morreu na manhã de hoje o volante Renanzinho (Renan Pereira), 20 anos, atleta do Avaí, em decorrência de complicações de um tumor no cérebro, descoberto há dois anos. A família vai definir local do velório e enterro. Vá em paz, Renanzinho!"

O jovem havia chegado ao Avaí em 2015, assumindo a titularidade da equipe mesmo com apenas 17 anos. No mesmo ano, acabou descobrindo a doença e foi afastado do esporte para realizar tratamento.

Renanzinho chegou a esboçar um retorno aos gramados no ano seguinte, jogando duas partidas pela Copa do Brasil, mas não conseguiu dar prosseguimento à carreira, voltando a se afastar para tratar o tumor.

A notícia de sua morte chega no dia seguinte de um momento de celebração onde seu irmão, Luanzinho, também jogador do Leão Catarinense, concluiu o Ensino Médio. O clube também havia homenageado o garoto em seu Twitter.

Últimas de Esporte