Mais leve, Gadelha quer usar a pressão contra a estreante Aguilar no UFC 190

Lutadora da Nova União se diz preparada para enfrentar a americana, quem ela já venceu por duas vezes em mundiais

Por O Dia

Rio - Uma nova Claudinha Gadelha enfrenta a estreante Jessica Aguilar no UFC 190, dia 1º de agosto, na Arena HSBC, Barra da Tijuca. Mais leve e veloz, a peso-palha (até 52,2 kg) da Nova União quer usar sua movimentação para confundir a rival e espera que a pressão de realizar a primeira luta no Ultimate seja uma pressão extra para a americana da academia American Top Team.

"Eu sempre precisei perder muito peso para lutar. Descia de 63kg para 52kg e, na minha luta passada, tentei fazer a estratégia de perder o peso antes e ficar mais leve. Mas achei difícil. Acho que sempre perdi performance por ser muito pesada e precisar perder muito peso. Dessa vez, fiz uma dieta bem restrita e consegui manter 58kg durante todo o camp. Senti diferença, sinto que estou mais rápida, mais leve, mas a força continua a mesma. Era o que eu precisava para continuar bem na categoria", contou Claudinha, de 26 anos.

Claudinha se diz pronta para vencer Jéssica Aguilar e disputar o cinturão do UFC no peso palhaEdsel Britto / Agência O DIA

A meta da musa dos pesos-palhas é de se recuperar da derrota para a atual campeã da divisão, a polonesa Joanna Jedrzejczyk. Para isso, Claudia tem um trunfo a seu favor: elas já se enfrentaram num mundial de jiu-jítsu, em 2010, e Claudia saiu vitoriosa. Na opinião da lutadora potiguar, Jessica Aguilar vai tremer no Rio de Janeiro.

"São esportes diferentes, eu sei. Lutei com ela com e sem quimono e ganhei duas vezes nos Estados Unidos. Ganhei dela no wrestling, que é o melhor dela. Acho que sou melhor do que ela em todas as modalidades. Confio muito no meu treinamento, em tudo que eu venho fazendo para estar pronta nesta luta. O que aconteceu há cinco anos atrás no mundial foram lutas de modalidades diferentes, eu acredito que ela vá sentir a diferença e a pressão na hora. Estrear no UFC é sempre uma pressão a mais", analisou Claudia.

O sonho de conquistar o cinturão peso-palha é o pote de ouro no fim do arco-íris para Claudinha. Com um passo de cada vez, ela não se atreve a fazer planos para uma nova disputa com a campeão Joanna Jedrzejczyk, mas sabe que uma vitória no Rio a credenciará à disputa de título.

"Na verdade, eu nem tenho pensado nisso (cinturão). Meu foco não é esse. Meu foco é a Jéssica Aguilar, que é uma atleta dura, que está na minha frente e no meu caminho. A disputa pelo cinturão vai acontecer, será consequência do meu trabalho, mas eu não quero focar nisso. Não quero ficar pensando nisso. Minha cabeça está voltada para essa luta, mas sei que irá acontecer em breve", decretou, otimista.

UFC 190

1º de agosto, no Rio de Janeiro

CARD PRINCIPAL

Peso-galo: Ronda Rousey x Bethe Correia
Peso-meio-pesado: Mauricio Shogun x Rogério Minotouro
Final do TUF Brasil 4 peso-leve: Fernando Açougueiro x Glaico França
Final do TUF Brasil 4 peso-galo: Dileno Lopes x Reginaldo Vieira
Peso-pesado: Stefan Struve x Rodrigo Minotauro
Peso-pesado: Antônio Pezão x Soa Palelei
Peso-palha: Claudia Gadelha x Jessica Aguilar

CARD PRELIMINAR - a partir de 19h (horário de Brasília)

Peso-meio-médio: Demian Maia x Neil Magny
Peso-meio-pesado: Rafael Feijão x Patrick Cummins
Peso-meio-médio: Warlley Alves x Nordine Taleb
Peso-galo: Iuri Marajó x Leandro Issa
Peso-médio: Vitor Miranda x Clint Hester
Peso-galo: Hugo Wolverine x Guido Cannetti

*Colaborou Edsel Britto

Últimas de _legado_MMA