Após mais de um ano, Minotauro volta ao UFC preparado e de fôlego renovado

Brasileiro não pisa no octógono desde abril de 2014, quando perdeu para Roy Nelson, e se diz pronto para voltar a vencer

Por O Dia

Rio - Após mais de um ano longe do octógono, a lenda do MMA, Rodrigo Minotauro está de volta. Fora de combate desde a derrota para Roy Nelson, no UFC de Abu Dahbi, o brasileiro finalmente terá seu retorno aos ringues e justamente em sua casa, o Rio de Janeiro. No treino aberto na praia da Barra nesta quinta-feira, ele disse se sentir pronto para voltar em grande estilo após as derrotas consecutivas.

"Realmente passei por momentos complicados. Tive o problema do braço quebrado, a derrota para o Roy Nelson em Abu Dabhi, mas sempre tive vontade de me recuperar. Espero conseguir fazer uma bela luta no Brasil para os meus compatriotas. Me preparei bem, acho que estou com uma boa condição física, quero conseguir uma bola luta e fazer os meus fãs felizes. Estou 100%. Espero conseguir uma vitória no meu país, perto da minha família", afirmou.

Rodrigo Minotauro quer voltar ao UFC com uma vitória em casaBruno de Lima / Agência O Dia

Além da motivação natural em voltar para o octógono, Minotauro admite um sentimento diferente poder lutar novamente diante do seu povo e de sua torcida: "A energia é muito boa. Vão ser 8 ou 10 mil pessoas na Arena, fazendo muito barulho. Ver as pessoas cantando e torcendo por mim é muito especial. Ainda mais no Brasil", disse.

Já sobre o principal evento, a luta entre Ronda Rousey e Bethe Correira, Minotauro admitiu que a norte-americana é a franca favorita para ganhar e manter o cinturão, mas disse confiar na garra da lutadora brasileira. Ele também aproveitou para fazer uma comparação com um grande ídolo do boxe para exemplificar a popularidade de Ronda.

"A Ronda conseguiu crescer bem pela mídia. Não sabemos como os fãs vão reagir, por causa dos comentários da Bethe. Mas ele é guerreira, batalhadora, é uma grande lutador. Mas a Ronda está hoje em dia acima de qualquer nacionalidade, assim como era o Mike Tyson, por exemplo", analisou.

Sobre a melhor luta da noite, Minotauro vendeu o seu peixe e garantiu que fará o melhor combate da noite: "Será um card muito bom. Espero que a minha luta seja a melhor (risos). Falando sério, a luta do Shogun com o meu irmão será ótima e também a da Beth com a Ronda, é difícil saber qual será a melhor".

UFC 190

1 de agosto, no Rio de Janeiro

CARD PRINCIPAL - a partir de 23h (horário de Brasília)
Peso-galo: Ronda Rousey x Bethe Correia
Peso-meio-pesado: Mauricio Shogun x Rogério Minotouro
Final do TUF Brasil 4 peso-leve: Fernando Açougueiro x Glaico França
Final do TUF Brasil 4 peso-galo: Dileno Lopes x Reginaldo Vieira
Peso-pesado: Stefan Struve x Rodrigo Minotauro
Peso-pesado: Antônio Pezão x Soa Palelei
Peso-palha: Cláudia Gadelha x Jessica Aguilar

CARD PRELIMINAR - a partir de 20h (horário de Brasília)
Peso-meio-médio: Demian Maia x Neil Magny
Peso-meio-pesado: Rafael Feijão x Patrick Cummins
Peso-meio-médio: Warlley Alves x Nordine Taleb
Peso-galo: Iuri Marajó x Leandro Issa
Peso-médio: Vitor Miranda x Clint Hester
Peso-galo: Hugo Wolverine x Guido Cannetti

Últimas de _legado_MMA