Rafael dos Anjos se diz pronto para defender o cinturão contra Cerrone

Se recuperando de lesão no joelho, atual campeão do peso leve, brasileiro não vê a hora de voltar ao octógono

Por O Dia

Rio - Atual campeão dos pesos-leves, Rafael dos Anjos não vê a hora de voltar ao octógono. Se recuperando de uma lesão no joelho, o brasileiro está contando os minutos e os segundos para poder defender o seu cinturão. Sobre o adversário, ele ainda não tem certeza de quem será, mas espera que seja Donald Cerrone e que o combate entre eles ocorra em dezembro.

"Provavelmente vai ser o Donald Cerrone. O UFC já anunciou que vai ser ele. Eu até tomei uma bronca deles, porque me viram semana passada treinando e eu estou com uma lesão no joelho e não poderia fazer isso. Esse tipo de lesão que eu estou tem que ficar parado, só que eu já estou batendo cabeça em casa, já quatro meses tem, eu sou um cara ativo. Tenho mais algumas semanas de recuperação e acredito que só em dezembro volte a lutar", afirmou.

Rafael dos Anjos diz estar pronto para defender seu cinturão em dezembro, contra Donald CerroneDivulgação

Mesmo faltando mais de quatro meses para o combate, ele já vem sendo promovido nas redes sociais. Rafael revelou que teve um encontro com Cerrone, que o perguntou quando eles lutariam. Após responder, Dos Anjos diz que o norte-americano se aproveitou para distorcer suas palavras e promover a luta em cima de uma declaração dele.

"Acho que ele está querendo se promover. Estava com os meus filhos e ele chegou e falou: "Dos Anjos, quando que a gente vai fazer isso, my man?" aí eu falei, só em dezembro. Ele retrucou: "Mas eu preciso ganhar dinheiro", eu respondi: "também preciso, olha meus filhos". Só que depois, ele chegou no Twitter e postou "vamos lutar em outubro", tentou deixar uma fama de que eu fugi da briga. Aí respondi para ele ficar tranquilo que em breve vai ficar 2 a 0 para mim, aí, ele inverteu o que aconteceu e disse que eu fui deselegante", disparou.

O combate contra Cerrone será a primeira revanche de Rafael dos Anjos contra um adversário. Após vencer em 2013, por decisão unânime, o campeão garante estar pronto para sua primeira experiência e garantiu que o cinturão ficará no Brasil.

"Na verdade, eu nunca tive uma revanche na minha carreira. Vai ser a primeira, mas acho que a gente vai mudar o que errou. Fica mais fácil a estratégia para ambos. Acho que evoluímos bem, mas acho que eu melhorei mais. Acho que o Rafael de 2013, não é mais aquele. Eu ganhei como ganhei do Pettis, e dos outros adversários, porque evoluí. Tenho certeza que o cinturão fica no Brasil".

Veja outros tópicos da entrevista com Rafael dos Anjos

Evolução no jogo em pé

"Foi uma coisa pessoal. Vi que se eu fosse só um lutador de jiu jitsu não iria chegar onde eu cheguei. Então toda vez que eu lutava em pé, não ficava confortável, mas agora, quando eu luto tenho confiança para colocar a luta em pé. Estou bem confiante no chão e em pé, graças a Deus, cheguei ao ponto que eu queria"

Recado para Donald Cerrone

"Falei para ele fazer uma grana, economizar e esperar até dezembro. Ele falou em fazer mais uma luta eu falei que ele poderia fazer, mas eu não iria lutar machucado. Falei para ele esperar até dezembro para ele ter a chance dele. Recadinho para ele se preparar bem para o próximo duelo, que o chumbo vai vir grosso"

Importância do Mestre Rafael

"Tenho certeza. O mestre está nessa há 28 anos. Formou Shogun, Anderson Silva. A minha mudança para a Califórnia foi importante. É um cara que tem muito conhecimento. A gente treina como uma família, o Werdun sabe. Treinamos preocupados um com outro. Trabalhamos duro, mas o mestre Rafael está sempre alí nos ajudando."

Shogun voando

"O Shogun é um cara novo. Ele está se esforçando muito, estou vendo ele treinar, está voando, é o Shogun do Pride. Se ele continuar desse jeito, ninguém ganha dele não"

Dois campeões na mesma academia

"A animação é muito grande. Quando o Werdum chegou com o cinturão interino, todos fomos lá e abraçamos ele. Depois eu consegui o cinturão definitivo e o Werdum venceu o Cain. A academia está lotada, várias pessoas chegando, acho que é só o começo. A galera quer treinar com os melhores e nós estamos atualmente nessa posição"

Últimas de _legado_MMA