Chris Weidman afirma que só encerra carreira quando enfrentar Jon Jones

Campeão dos médios já tem luta marcada contra Rockhold

Por O Dia

Estados Unidos - O objetivo de Chris Weidman no UFC é destronar campeões. O atual dono do cinturão, de 31 anos, já derrotou Anderson Silva, por duas vezes, quebrando a sequência de vitórias de um dos maiores nomes do MMA. Com luta marcada contra Luke Rockhold, o norte-americano quer mais. Em entrevista ao programa "MMA Hour", o lutador afirmou que só vai deixar o esporte quando derrotar Jon Jones.

Chris Weidman quer enfrentar Jon JonesUSA Today

"Uma certeza que tenho é que não vou parar de lutar sem enfrentar o Jon (Jones). Essa luta só não acontece se ele não voltar mais. Mas se ele estiver aqui e eu também, as pessoas vão querer ver essa luta. Eu quero vê-la acontecer também", disse.

LEIA MAIS: Notícias, lutas e bastidores: tudo do mundo do MMA

Jon Jones foi campeão dos pesos meio-pesados do UFC até o fim de abril desde ano. O norte-americano defendeu o cinturão por oito vezes, desde que se tornou dono dele em 2011, ao vencer Mario Shogun. "Bones" perdeu o cinturão depois de provocar um acidente de trânsito e fugir do local sem prestar socorro às vítimas, incluindo uma grávida que teve o braço quebrado. Sobre a preferência de enfrentar o compatriota, Weidman afirmou querer duelar contra os melhores.

"Não tenho nada contra o Jon (Jones), mas quero encarar os melhores. Sempre quero ter os maiores desafios na minha frente e vencê-los. Foi dessa maneira que quis enfrentar o Anderson Silva, quando ninguém mais queria. Quero que imaginem quem eu não posso derrotar e o Jon é um desses caras", afirmou.

Chris Weidman, que em maio deste ano nocauteou Vitor Belfort, no UFC 187 e defendeu pela terceira vez o cinturão da divisão, volta a pisar no octógono no dia 12 de dezembro, na edição 194 do show, quando encara o compatriota Luke Rockhold.

Últimas de _legado_MMA