Devotos da divisão sem um Deus

Alexander Gustafsson e Daniel Cormier disputam cinturão dos meio-pesados

Por O Dia


Rio - Peço licença para misturar religião e esporte — deixo claro que não sou tão devoto assim e nem tenho vocação para tal. Mas a passagem bíblica de que ‘os humilhados serão exaltados’, comum no MMA, cai como uma luva para explicar o sentimento de quem foi impiedosamente esmagado por Jon Jones e vê a categoria dos meio-pesados ressurgir após a suspensão do ex-campeão.

Alexander Gustafsson e Daniel Cormier disputam cinturão dos meio-pesadosReprodução Internet

De vítima a novo dono do cinturão, Daniel Cormier sabe do que estou falando. Por isso, dá de ombros para a existência de Jones. O americano só pensa em bater o sueco Alexander Gustafsson, hoje, no UFC 192, em Houston (EUA). Cormier é um dos mais completos e deve se manter no topo — seu adversário possui bom punch, mas o estigma de ‘quase’ sempre o atrapalhou. Ele não foi páreo para Jones e tropeçou em Anthony Johnson.

Porém, ganhou nova chance. Nada como uma boa chacoalhada na divisão. Glover Teixeira, Ryan Bader e Rashad Evans vêm na sequência. Que aproveitem a maré, pois o verdadeiro dono do cinturão, mais cedo ou mais tarde, voltará. Para o bem do esporte.

JIU-JÍTSU DE RAIZ E DEFESA PESSOAL EM COPA

Após 21 anos fora do Rio, o bicampeão mundial e pan-americano de jiu-jítsu Eduardo Ommati Gavião volta à Cidade Maravilhosa por insistência da mãe, Sofia, e da filha Luma. O casca-grossa dará aulas da arte suave e de defesa pessoal na Rua Pompeu Loureiro, 27, no playground do Edifício Lagoa Azul, em Copacabana. “É o jiu-jítsu ‘old school’, voltado para a defesa pessoal”, afirmou Eduardo, 27 anos de faixa-preta.

TANQUINHO VOLTA AO CAGE DE OLHO NO UFC

Campeão mundial de jiu-jítsu em 2013, Augusto Tanquinho coloca em jogo sua invencibilidade de cinco lutas no MMA contra Tyler Bialeck, no RITC 180, dia 24 de outubro, e sonha com a ida ao maior evento do planeta: “Será uma boa luta, estou sedento por voltar ao cage. Quero emplacar a sexta vitória e seguir o meu caminho até o UFC. Sem pressa, mas sei que a hora vai chegar.”

Últimas de _legado_MMA