Invicto na carreira, Alberto Uda agora mira cinturão dos médios do XFC

Atleta de Santa Catarina entra na linha de disputa pelo título que ainda está vago

Por O Dia

São Paulo - A joelhada seguida de socos de Alberto Uda contra Thiago Bodão, levaram o conhecido atleta a nocaute técnico no XFCi 13, no último dia 5. A vitória colocou o lutador catarinense como postulante ao cinturão dos médios da organização de MMA. Ciente do grande momento na carreira e no XFC, Uda espera ser lembrado.

“Sonho com o cinturão. Acho que posso disputar. Tenho desenvolvido um grande trabalho em uma organização de respeito e espero pela oportunidade. Não vou ficar pedindo, porque meu trabalho está sendo feio no hexágono. Vou esperar o XFC, mas não posso esconder a vontade que tenho de ser o detentor do título”, comenta o catarinense de Blumenau.

Alberto Uda agora mira cinturão dos médios na organizaçãoMarcelo Franco\Fusion Photography

A vitória sobre Bodão aumentou o impressionante cartel de Uda no MMA. Até agora, o catarinense soma nove vitórias, sendo cinco no XFC. Com isso, ele entra na linha de postulantes ao cinturão dos médios, que hoje está vago.

“Vou descansar neste final de ano e esperar o XFC me convocar de novo. Acredito que em três meses deva estar fazendo mais uma luta. Espero que a próxima seja pelo título. É um sonho para qualquer lutador estar em uma organização como esta. Ser campeão então é a realização de qualquer planejamento. Acredito que em 2016 vou estar mais preparado ainda”, garante.

Na organização, Alberto Uda venceu Wendres Carlos no XFCi 3, Christiano Frohlich no XFCi 4 e Tiago Rela no XFCi 5, conquistando o GP dos médios da primeira temporada. Em seguida realizou duas superlutas. Além do triunfo sobre Thiago Bodão, Alberto venceu no XFCi 9 o russo Boris Miroshnichenko.

Últimas de _legado_MMA