Por jessica.rocha

Rio - Depois de fazer sua parte como esperado e vencer por nocaute técnico Maurício Facção no XFCi 13, Júnior Assunção está credenciado para disputar o cinturão dos pesos-penas da organização. E ao projetar a conquista, o brasileiro quer firmar seu nome na história da franquia, já que nos Estados Unidos, em 2010, conquistou o cinturão dos leves ao finalizar o norte-americano John Mahlow.

“Já era para ter disputado o cinturão, mas tive uma lesão. Já fui campeão dos leves no XFC e agora quero buscar o cinturão dos penas. Estou me preparando mais, recuperado totalmente da lesão e espero ter mais um título da organização, umas das maiores do mundo”, garante o pernambucano, erradicado nos Estados Unidos.

O confronto pelo título dos penas deve acontecer diante do paulista Guilherme Faria, campeão do GP da divisão da segunda temporada do XFCi. O rival não será uma novidade para Assunção. Em 2013, os dois se enfrentaram na casa de Faria, em Campinas, e Junior finalizou.

unior Assunção projeta segundo título no XFCInovafoto / Divulgação

“Eu e o e Guilherme Faria já temos um histórico. Já venci ele uma vez e tenho as ferramentas necessárias para vencer novamente. É um grande lutador, muito duro, mas tenho que fazer meu melhor. Quero este cinturão para minha coleção”, comenta.

Mesmo com o amplo domínio no confronto com Maurício Facção, Junior Assunção acredita que ainda pode melhorar mais para não dar brechas na disputa do cinturão dos penas. Por isso, ele garante que vai analisar o vídeo do último combate para corrigir os erros.

“Foi uma grande luta, acho que o XFC está de parabéns por esse casamento de lutas. O Facção forçou a barra em vender a luta. O confronto teve uma dosagem perfeita. Com toda experiência ainda consigo encontrar críticas que acrescentem no meu jogo. Ter finalizado a luta me deixou feliz. Vou analisar para rever os erros e vir cada vez mais forte”, afirma.

Aos 34 anos e com mais um triunfo, Junior chegou à sua 16ª vitória no MMA contra cinco derrotas. Guilherme Faria, provável adversário pelo título, soma 15 vitórias e os mesmos cinco revezes.

Você pode gostar