Por pedro.logato

Rio - As crises política e econômica enfrentadas pelo Brasil preocupam o escritório central do UFC. Após sete shows em 2014 e cinco no ano passado, o evento se viu obrigado a diminuir um pouco mais o investimento no País e não vai fazer mais do que três em 2016: Rio e São Paulo devem ser os escolhidos.
Além disso, a nova edição do TUF foi cancelada e, ontem, os torcedores viram o UFC 197 — com o duelo entre Rafael dos Anjos e Conor McGregor — mudar da Cidade Maravilhosa para Las Vegas, no dia 5 de março. É uma pena a nova realidade tanto do show quanto do Brasil.

Fica a expectativa de que os cards não se enfraqueçam também. Parceira do maior evento de MMA do planeta, a Globosat tem o direito de transmissão de sete eventos, mas acatou a decisão do UFC e não fará exigências. O eldorado tupiniquim está em queda.

Duelo entre Rafael dos Anjos e Conor McGregor não será mais no RioReprodução Internet

BELEZA NACIONAL TIPO EXPORTAÇÃO

Linda e loira, Jhenny Andrade disputa o prêmio de Ring Girl do Ano com as americanas Arianny Celeste e Brittney Palmer na oitava edição do World MMA Awards, o Oscar da modalidade. A premiação será dia 5, em Las Vegas, e é promovida pela revista Fighters Only. A votação está aberta no site worldmmaawards.com/vote.php.

“Essa indicação é a resposta de mais um ano de muito trabalho e dedicação aos meus fãs”, disse Jhenny. “Poder reapresentar o UFC e, principalmente, ser a única brasileira a entrar na história da premiação, me deixa lisonjeada e com mais força de vontade de trazer este prêmio para o nosso país”, completou.

Jhenny Andrade disputa o prêmio de Ring Girl do Ano Reprodução Internet

NOVA PROGRAMAÇÃO DO COMBATE CONTA COM GRANDES EVENTOS

Publicidade
Canal de lutas da Globosat, o Combate tem novidades para este ano: a faixa Arena Combate será exibida aos domingos, às 19h, e a transmissão do Mundial e Pan de jiu-jítsu, Metamoris, Copa Pódio, ADCC, Enfusion (muay thai), WGP (kickboxing), além de outros.