Em decisão polêmica, Anderson Silva perde para Michael Bisping por pontos

Brasileiro foi derrotado em decisão unânime da arbitragem

Por O Dia

Inglaterra - Anderson Silva está de volta. Mas não do jeito que ele esperava. Após cumprir suspensão por doping, o Spider enfrentou ontem Michael Bisping, em Londres, e pecou em não buscar o nocaute. Mesmo muito machucado, o inglês sustentou a vantagem construída no início do combate e venceu de forma polêmica por decisão unânime dos jurados (triplo 28 a 27). Após o resultado, o ex-campeão dos médios esbravejou em bom português.

Michael Bisping levou a melhor sobre Anderson SilvaDivulgação


“Quero agradecer a todos que vieram aqui assistir à luta. Obrigado a todos do meu time. Brasil, não tem como vencer, eles tiram, vocês viram. É isso, missão cumprida, às vezes, não. É que nem no Brasil, corrupção total”, disse Anderson, desapontado com o que julgou ser um roubo.

Outro que também decepcionou foi Thales Leites. O brasileiro não conseguiu encaixar seu jogo contra Gegard Mousasi e foi amplamente dominado por três rounds. O holandês evitou as quedas de Thales, desferiu golpes que minaram o rosto do atleta da Nova União e venceu por decisão unânime dos jurados (30-27, 29-28, 30-27).

“Fui melhor, estava pronto para isso. Poderia ter colocado para baixo, mas preferi uma luta mais inteligente e o resultado foi esse que vocês viram”, afirmou Mousasi.

CARD PRELIMINAR EMPOLGA

Quem roubou a cena no card preliminar foi o inglês Scott Askham. Apoiado pela torcida, o lutador peso-médio acertou um chutaço em Chris Dempsey e venceu por nocaute no fim do primeiro round. Já finlandês Makwan Amirkhani derrotou o inglês Mike Wilkinson por decisão unânime (29-28, 30-27 e 29-28 ) e calou a O2 Arena.

Últimas de _legado_MMA