Aldo vê luta com Edgard como ponte para 'acertar as contas com McGregor'

Brasileiro não esconde frustração por ter um duelo antes da possibilidade da revanche pelo cinturão dos penas

Por O Dia

Rio - O retorno de José Aldo ao UFC será diante de Frankie Edgard, na co-luta principal do UFC 200, no dia 9 de julho, em Las Vegas. Para o brasileiro, além do cinturão interino da divisão dos penas, a vitória no duelo representa a possibilidade de revanche com Conor McGregor. O atleta demonstrou frustração com o adiamento da chance de recuperar o título perdido para Conor, no ano passado, mas garantiu que deseja realizar um duelo convincente.

José Aldo quer vitória tranquila no duelo com Frankie EdgardEquipe José Nissan Fotografia / Divulgação

"O cinturão interino não significa muita coisa e vejo só como um passo para buscar meu título de volta. Quero chegar lá e vencer bem, mostrar que não resta dúvida de que mereço minha revanche e aí sim acertar minhas contas com o Conor. Essa luta dele com o Nate não faz nenhum sentido. É totalmente pelo marketing. Lógico que tem um pouco de frustração, mas fazer o quê? Sou contratado deles e tenho de aceitar. Estava batalhando por essa revanche e, por tudo aquilo que fiz no UFC, sei que merecia", disse.

Enfrentar Frankie Edgard não é novidade para Aldo. Em 2013 os dois se encontraram, com vitória do brasileiro na luta principal do UFC 156. Apesar dos recentes resultados positivos obtidos pelo adversário, José Aldo não espera grandes surpresas para o duelo.

"Não vejo essa evolução toda nele, não. Acho só que se adaptou à categoria, já que na nossa primeira luta ele tinha acabado de descer. Acho também que ele continua fazendo o mesmo jogo, a mesma movimentação. Conheço bem o Frankie, sei as armas que preciso usar para vencê-lo e agora é se preparar para chegar lá e sair vitorioso. Quero ganhar antes da decisão, seja por nocaute ou finalização, para não deixar dúvida. Estou treinando para isso e vou chegar lá com muita agressividade e vencer o quanto antes para aí sim ter a chance de pegar meu cinturão de volta", afirmou.

Últimas de _legado_MMA