Por fabio.klotz
Rio - Jefferson treinava, nesta terça-feira, enquanto Felipão convocava a seleção brasileira para a Copa das Confederações. O goleiro do Botafogo recebeu em campo a notícia de que estava na lista. O preparador Flávio Tenius foi o primeiro a parabenizá-lo. Depois, os companheiros cumprimentaram-no. O primeiro objetivo de Jefferson, figurar na convocação, está alcançado. Agora a meta é buscar a vaga de titular e garantir um lugar no Mundial de 2014.
Jefferson está pronto para agarrar a chance na SeleçãoDivulgação

"Tenho ótimas passagens pela Seleção desde 2010, estou em uma boa regularidade. Perguntaram se eu estaria preparado para a Copa naquele ano, eu disse que não, alguns me criticaram. Agora, sim, estou pronto para vestir a camisa número 1 da seleção brasileira. Vou me empenhar para dar o melhor para a Copa das Confederações e Copa do Mundo", diz Jefferson, que analisa a concorrência pela vaga de titular:

"É gostosa e saudável esta competitividade, na lealdade. A vaga está em aberto. Vou dar o meu máximo para poder jogar, que é o objetivo de todo jogador. A rivalidade é sadia. Eu me dou superbem com Julio Cesar e Diego Cavalieri, mas todos querem jogar. Minha carreira sempre foi de desafios e gosto deles. Sei do meu potencial. É nos treinos que se ganha a posição, seja rachão, coletivo ou chute a gol. Vou tentar dar uma dor de cabeça no Felipão."
Publicidade
De acordo com Jefferson, a regularidade nos últimos anos foi o fator principal para ser convocado para a Copa das Confederações.
"Não é só o trabalho deste ano. Graças a Deus, há três anos venho mantendo regularidade, coroando com convocação importante na carreira e no currículo. A ficha não caiu. Estou muito animado e contente para fazer o meu melhor na Seleção", encerra.