Com mentalidade campeã, Botafogo encara o CRB e precisa vencer para avançar

Fogão está de olho em atalho, via Copa do Brasil, rumo à Libertadores na próxima temporada

Por O Dia

Rio - O Botafogo está pensando grande. Depois da indiscutível conquista do Carioca, o Alvinegro encara o CRB nesta quarta-feira, às 22h, em Volta Redonda, buscando avançar na Copa do Brasil, que garante ao campeão a vaga na Libertadores da América, principal objetivo do clube na temporada. Como empatou em 0 a 0 em Maceió, o Glorioso precisa de uma vitória para passar à terceira fase.

Oswaldo ressalta pensamento de campeão do timeDivulgação

Em General Severiano desde o início do ano passado, o técnico Oswaldo de Oliveira percebeu uma mudança de mentalidade no clube. Hoje em dia, todos acreditam que o elenco seja competitivo o suficiente para duelar com qualquer outro do País.

“Esse trabalho do Botafogo já vem evoluindo há algum tempo. O clube procurou se alinhar, fez experiências, procurou melhorar o elenco. Acho que a tendência, com a continuidade do trabalho, é que a equipe se aproxime cada vez mais dos títulos mais cobiçados”, destacou o treinador.

Em relação ao time que entrou em campo pela última vez na vitória sobre o Fluminense na decisão da Taça Rio, dia 5, o comandante precisou fazer duas alterações. Dória, com a Seleção sub-20, dá lugar a Antônio Carlos. Julio Cesar, que se recupera de lesão, será substituído por Lima.

O fato de as mudanças ocorrerem no setor defensivo não preocupam Oswaldo. O treinador acredita que os dois que manterão o nível, assim como conseguiram fazer em outras oportunidades que receberam.

“Esses dois jogadores já estão habituados a participar. O Antônio Carlos nem preciso falar nada. E o Lima vem jogando com uma frequência razoável. Estamos totalmente tranquilos que eles darão conta do recado”, afirmou.

A defesa alvinegra não pode dar bobeira. Um gol do CRB complica a situação, tendo em vista que qualquer empate com bola na rede dá ao campeão alagoano a vaga.

Um novo 0 a 0 leva a decisão para os pênaltis. Pensando nisso, Oswaldo comandou treinos de cobranças de penalidades ao fim dos últimos dois dias de atividades. A torcida alvinegra não quer saber de fortes emoções. Espera que o time imponha seu ritmo e siga na briga pelo inédito título da Copa do Brasil.