Por pedro.logato

Rio - O atacante Alex teve um começo bastante promissor no Botafogo. Com boas atuações e gols, o jogador acabou sendo emprestado ao Dibba United-EAU para ganhar experiência. No entanto, no retorno ao Alvinegro, o jovem passou por um problema grave: arritimia cardíaca.

''Foi um susto, não esperava mesmo. Fiz outros exames e nunca tive problema. Depois, com a ajuda de todos, da consulta com o Saad, fiquei tranquilo para o tratamento. Me falaram que o risco era mínimo. Fui tranquilo e não tive dúvidas. Agora é dar prosseguimento'', afirmou.

O atacante teve alguns sintomas até conseguir detectar a doença. No começo, Alex não levou o problema tão a sério.

''Antes eu sentia uma aceleração. Mais até em pré-temporada em que somos mais exigidos via os números e achava estranho, mas como não aparecia probema ficava tranquilo. Fiquei sabendo que podia até provocar um desmaio'', contou.

Médico que operou Alex no hospital Pró-Cardíaco, Eduardo Saad, disse que o procedimento cirúrgico foi muito parecido com o que Renato Abreu, ex-Flamengo, sofreu no no ano passado.

'' É parecido com o procedimento do Renato Abreu, do Flamengo, plenamente possível de correção. Não há causa, é algo adquirido ao longo da vida e não tem motivação'', concluiu.

Você pode gostar